Sono e aprendizagem: como ajudar os filhos a dormirem melhor?

Sono e aprendizagem: como ajudar os filhos a dormirem melhor?

Ter uma boa noite de sono é um aspecto muito importante para o desenvolvimento, crescimento e manutenção da saúde das crianças. Esse hábito é relacionado com a prevenção de doenças e melhora o humor, a capacidade de aprendizado e o bem-estar mental. Assim, a relação entre sono e aprendizagem é muito bem estabelecida e os pais precisam ficar atentos.

Dormir é tão importante quanto a higiene e a alimentação dos pequenos, pois além de ajudar no desenvolvimento intelectual, é nesse tempo de descanso que o organismo libera o hormônio do crescimento. Logo, um sono de qualidade está associado à melhoria do controle emocional, do comportamento, da memória e da atenção.

Para ajudar você a saber mais sobre o assunto, vamos abordar neste post qual é a relação entre sono e aprendizagem, e como ajudar os filhos a dormir melhor. Confira!

Qual é a importância do sono para a aprendizagem da criança?

Ter uma boa noite de sono é fundamental em todas as fases da vida. Durante a infância, em que existe um desenvolvimento intenso da mente e do corpo, isso se faz ainda mais importante.

Ao dormir bem durante a noite, as informações e as experiências vividas durante o dia são absorvidas, sendo fixadas e se transformando em conhecimento a ser usado ao longo da vida. Durante esse período, o sono consolida a memória e auxilia no desenvolvimento infantil, tanto físico, como mental.

Portanto, é essencial que o grau de luminosidade do quarto propicie uma sensação de bem-estar e conforto, para que se possa descansar tranquilamente. Além disso, quando a criança dorme, ocorrem as liberações de:

·      cortisol, substância ligada ao estresse e que regula os níveis de glicose no sangue;

·      leptina, o hormônio que controla a sensação de saciedade;

·      hormônio do crescimento (GH).

A escola é o local em que os sintomas da falta de sono são mais percebidos. Os pequenos começam a dar sinais de queda no desempenho e rendimento escolar, além de dificuldade de concentração, comprometimento da criatividade, inquietude e irritabilidade.

Se uma criança não dorme adequadamente, sua memória de curto prazo não é processada adequadamente e não transforma em conhecimento aquilo que foi aprendido.

Como ajudar os filhos a terem uma melhor higiene do sono?

Para auxiliar no desenvolvimento cognitivo das crianças, é importante que os pais fiquem atentos à qualidade do sono dos pequenos. Por isso, saber auxiliá-los a dormir melhor é algo que deve ser levado em conta.

Confira, a seguir, algumas dicas que podem ajudar a melhorar a higiene do sono das crianças.

Estabeleça uma rotina

Em qualquer idade, é necessário estabelecer um horário regular para ir dormir e para acordar. Para as crianças, você pode determinar atividades de rotina prévias, como jantar pelo menos duas horas antes de se deitar, tomar banho, apagar a luz, trocar de roupa e escutar uma história.

Estipular hábitos durante o dia também é fundamental. Se o local for organizado e as tarefas forem feitas em horários semelhantes, as crianças se sentirão mais seguras e conseguirão entender o que deve ser realizado depois de cada atividade.

Evite ruídos na hora de dormir

Aproximadamente duas horas antes de levar seus filhos para a cama, é importante desligar a TV, o videogame e outros equipamentos eletrônicos. Eles trazem a tentação de brincar e acabam afastando o sono.

Além disso, outra dica é controlar o ruído no quarto, para evitar que os pequenos despertem antes da hora. Caso isso aconteça, será mais complicado pegarem no sono novamente.

Limite as atividades e brincadeiras à noite

Não tem nada melhor do que passar um bom tempo com os filhos, não é mesmo? No entanto, dar uma pausa e limitar as brincadeiras vigorosas à noite é importante. Caso, por exemplo, a criança vá para a cama às 20 horas, toda a casa precisa desacelerar a partir das 19 horas, pelo menos.

Assim, para sinalizar que o momento de dormir está chegando, converse com seu filho e ajude-o a guardar os brinquedos. Coloque uma música relaxante e reduza a luminosidade do ambiente. Pequenas ações, como servir um copo de leite morno e contar histórias, já fazem diferença nesse momento.

Prepare o quarto da criança

Dormir bem requer um quarto agradável. Por isso, faça com que o quarto da criança seja um local confortável, acolhedor, escuro e silencioso. A luz forte interfere na produção de alguns hormônios, como melatonina e cortisol, prejudicando a qualidade do sono.

Contudo, caso o seu filho tenha medo do escuro, deixe uma luz bem fraquinha acesa, que não incida diretamente no rosto dele. É importante que a criança relacione o quarto dela com o ato de dormir. Outro detalhe é fazer com que ela se deite na mesma cama todos os dias e use um pijama confortável.

Ensine a criança a dormir sozinha

Embora as crianças precisem estar perto dos pais para se sentirem mais seguras, é preciso ensiná-las a dormirem sozinhas. Adormecer na cama dos adultos, além de ser perigoso pelo risco de acidentes, impossibilita que os filhos se sintam seguros em locais diferentes.

O excesso de proteção pode acabar levando uma criança a se tornar insegura e com dificuldade de relacionamento com outras pessoas. Para evitar isso, acompanhe-a algumas vezes, enquanto ela tenta dormir, mas estimule que ela durma no quarto dela. Um beijo de boa noite e um até amanhã ajudam na despedida.

Estimule a criança a dormir cedo

O pico principal de liberação do hormônio do crescimento ocorre à meia-noite. Daí, a importância de as crianças estarem dormindo nesse horário.

Logo, não adianta ter oito horas de sono e não usufruir do horário de liberação máxima do hormônio do crescimento. O ideal, portanto, é levar os pequenos para a cama por volta das 20 horas, para que tenham um sono revigorante e reparador.

Dê a última refeição cerca de duas horas antes de dormir

Quando a criança está com a barriga cheia, ela pode ficar mais inquieta, o que dificultará que ela pegue no sono. Portanto, ofereça a última refeição aproximadamente duas horas antes de colocá-la para dormir. À noite, evite alimentos gordurosos e dê preferência para sopas e alimentos leves.

Agora que você já conhece a relação entre sono e aprendizagem, lembre-se de ajudar o seu filho a dormir melhor. Por isso, prepare o quarto, evite ruídos excessivos, estabeleça uma rotina e limite as brincadeiras à noite. Assim, os pequenos poderão se desenvolver mais e terão um rendimento melhor na escola.

Gostou deste post? Então, assine a nossa newsletter e receba conteúdos diretamente em seu e-mail!

Você sabe como ajudar seu filho nas tarefas escolares?Powered by Rock Convert