futuro da educação

Afinal, qual é o futuro da educação?

Você sabe como ajudar seu filho nas tarefas escolares?

A sala de aula é como uma representação do mundo exterior, principalmente, para as crianças, que aprendem não somente as disciplinas escolares, mas também, habilidades e valores. Com toda essa mudança causada pela pandemia do novo coronavírus, em que as aulas passaram a ser remotas de uma hora para outra, como será que fica o futuro da educação?

É inegável que a tecnologia foi fundamental para a continuidade do ensino durante o distanciamento social. Apesar de tudo ter sido muito rápido, saiba que essa já era uma tendência e a pandemia apenas acelerou o processo.

Quer entender mais sobre o assunto? Então, continue a leitura, pois é sobre isso que falamos neste post. Confira!

Como a educação tem evoluído nos últimos tempos?

Ao longo dos anos, entendeu-se que a educação deve ser mais do que apenas o aluno receber o conteúdo. Dessa forma, o professor deixa de ser um repassador de informações para ser um mediador do aprendizado.

Se, antes, o mestre ensinava as disciplinas escolares, hoje, a ideia é que ele facilite as descobertas e a aquisição de conhecimento. Por exemplo, em vez de somente descrever a evaporação, ele mostra a água em ebulição e deixa que o aluno observe como acontece a formação do vapor.

Para isso, existem diversas metodologias que têm como objetivo facilitar esse processo, como o ensino híbrido. Além do mais, a tecnologia entra para viabilizar essa nova maneira de aprender, mas não só por isso. A pandemia do novo coronavírus fortaleceu ainda mais a necessidade dessa transformação e da digitalização da educação.

Não é de hoje que a tecnologia é usada como apoio pela escola, visto que o uso de computadores, da internet e de equipamentos de imagem e som já fazem parte do cotidiano escolar. Atualmente, ela entra como a viabilização da educação, já que sem ela não seria possível continuar o ano letivo de 2020.

Aliás, a digitalização da educação já era uma tendência, e o isolamento social apenas antecipou esse processo. Afinal, com tantas tecnologias à disposição, seria um desperdício não as usar no aprendizado. De acordo com um dos maiores educadores digitais do mundo, Sal Khan, a pandemia acelerou essa transformação em, pelo menos, 10 anos.

Instituições de ensino e educadores do mundo todo tiveram que somar esforços e se adaptar rapidamente para que a educação não fosse prejudicada. Isso trouxe diversos desafios, pois muitos não estavam preparados, inclusive os tutores dos alunos, que tiveram que se dedicar mais, participando ativamente da educação de seus aprendizes.

Embora tudo tenha acontecido de maneira mais rápida que o esperado e de forma abrupta, a digitalização da educação já é uma realidade. Portanto é, praticamente, um caminho sem volta. Ou seja, é o presente e o futuro da educação.

Qual a importância de entender esse novo cenário na educação?

No tópico anterior, falamos sobre o ensino híbrido. Você sabe o que é? Esse conceito surgiu há um bom tempo, ou seja, não é uma ideia recente. Ele apareceu a partir da necessidade de aproximar os alunos da aprendizagem, já que os métodos tradicionais não se mostravam tão efetivos.

Dessa maneira, foi criada uma didática que permite um maior envolvimento do aprendiz, deixando-o na posição de protagonista de seu próprio ensino. Nesse caso, o professor entra como um mediador no processo de aprendizagem.

conheca-as-escolas-seb

O ensino híbrido utiliza a mistura de educação com tecnologia, que ajuda tanto no trabalho dos educadores quanto na formação do aluno. Para os pais e tutores, é importante entender esse novo cenário, pois eles também têm papel fundamental na motivação e no engajamento dos alunos.

Por que é necessário adaptar metodologias de ensino?

Está muito enganado quem pensa que a digitalização da educação é apenas passar os materiais convencionais para o formato digital. Na verdade, é necessário buscar metodologias de ensino eficazes, pois, se já é um desafio manter o engajamento dos alunos presencialmente, imagine em aulas remotas?

Felizmente, podemos contar com diversas ferramentas disponíveis e que podem ser usadas para esse fim. Entre elas, programas de videochamadas em alta qualidade de som e imagem, formulários online e plataformas de ensino.

Um exemplo de que a digitalização da educação é eficaz e que já é utilizada há anos é a graduação à distância. Nessa modalidade, o aluno tem acesso aos materiais por meio de plataformas, e vai até o polo educacional para fazer provas, participar de aulas práticas e trabalhos.

Quais os principais impactos do uso da tecnologia na educação?

Mais do que nunca, é possível ver os impactos do uso da tecnologia na educação. Afinal de contas, sem as ferramentas tecnológicas, não seria possível dar continuidade ao ano escolar durante a pandemia. Entretanto, não é somente esse o benefício desses recursos. Veja.

Estimulam a autonomia

Como dissemos, o futuro da educação é trazer mais autonomia para o aluno durante a aquisição de conhecimento. Dessa maneira, o uso de tecnologia, principalmente aliado ao ensino híbrido, favorece esse protagonismo, desenvolvendo a autoconfiança do aluno.

Despertam a curiosidade

Imagine aprender conteúdos tradicionais como se fosse um jogo, com fases, desafios e recompensas? Você não acha que a criança se interessaria muito mais? Pois isso é possível com a gamificação da educação, que também utiliza tecnologia para ser aplicada. Várias escolas do futuro já usam esse recurso.

Melhoram o desempenho

Com mais autonomia sobre sua aprendizagem e maior interesse em adquirir conhecimento, o resultado na melhora do desempenho não poderia ser diferente. O engajamento é algo fundamental para que o aluno consiga assimilar as informações e, assim, aprenda de verdade.

Como você pode conferir, o futuro da educação chegou mais cedo do que todo mundo esperava. Se o ensino híbrido estava sendo inserido aos poucos na rotina escolar, hoje ele é uma certeza na maioria das instituições. Lembrando que essa transformação na educação exige ainda mais participação e interação entre educadores e pais, a fim de proporcionar um aprendizado efetivo aos alunos.

Já curtiu a nossa página no Facebook? Por meio dela você fica sabendo de tudo o que acontece por aqui pelo seu feed de notícias! Assim, fica mais fácil acompanhar as nossas novidades. Que tal?