programação para crianças

Por que ensinar linguagens de programação para crianças?

Você sabe como ajudar seu filho nas tarefas escolares?

O ensino de programação para crianças tem ganhado cada vez mais destaque. Se o domínio do inglês é um grande diferencial para lidar com as demandas de um mundo globalizado, hoje em dia o conhecimento dos códigos de computação também faz a diferença no currículo. Afinal, são eles que permitem a comunicação entre humanos e máquinas.

É por isso que muitos educadores acreditam que o “analfabetismo do futuro” será não conhecer as linguagens de programação. Além de ser muito importante para as profissões do futuro, esse conhecimento ajuda os pequenos a desenvolverem o raciocínio lógico e a concentração, entre outras habilidades.

Quer entender melhor o que são as linguagens de programação e por que elas são vantajosas na educação das crianças? Então, continue a leitura!

Quais as melhores linguagens de programação para as crianças?

Como o nome indica, são formas de comunicação dos computadores. Cada “idioma” permite que a máquina interprete os comandos do programador e, assim, execute determinadas funções. É por meio desse processo que são criados programas, aplicativos, jogos digitais, sites e muito mais. Entre as principais linguagens de programação estão:

  • Ruby — tem se tornado uma das linguagens preferidas no mundo dos negócios, sendo utilizada para aplicações web;
  • Python — considerada uma linguagem de fácil aprendizado, geralmente é utilizada para o desenvolvimento web;
  • C — muito popular, sobretudo pelas suas variações, como a C# e a C++; é utilizada no desenvolvimento de softwares pesados, como os sistemas integrados;
  • Java — é uma das linguagens de programação mais utilizadas no mundo, sendo comumente preferida para o desenvolvimento de aplicativos;
  • JavaScript — é normalmente utilizada para a programação de aplicações da internet.

Quais são os benefícios de ensinar programação para os pequenos?

Agora, que tal entender melhor os benefícios do ensino de programação para crianças? Eles vão desde o desenvolvimento cognitivo até a preparação para a futura vida profissional. Veja só!

Desenvolve o raciocínio lógico

As linguagens de programação são baseadas em princípios da lógica. Assim, ao lidar com elas, os pequenos desenvolvem muito esse tipo de raciocínio, uma das habilidades fundamentais para a resolução de problemas, para a análise de possibilidades e para as tomadas de decisão, o que ajuda até mesmo a reduzir a ansiedade nas crianças.

Como você provavelmente já imagina, todas essas características contribuem para o desempenho em Matemática, mas não é só isso. A capacidade de pensar logicamente também auxilia na comunicação e na gestão de problemas do dia a dia, sendo uma habilidade bem-vinda nas vidas acadêmica, profissional e pessoal.

Garante um uso mais crítico da tecnologia

Que as crianças e os adolescentes dessa geração já nasceram imersos em tecnologia, você já sabe. Não é por acaso que a cultura digital é até uma das competências presentes na nova BNCC. O uso de celular pelos pequenos, por exemplo, é muito comum. Porém, isso tem mais a ver com diversão e entretenimento.

O ensino de linguagens de programação para crianças ajuda a transformar essa relação, tornando-a mais saudável e crítica. Afinal, elas entendem melhor o que está por trás das ferramentas que elas tanto utilizam e passam a enxergá-las como instrumentos de desenvolvimento da sociedade.

Estimula o protagonismo estudantil

A programação é mais divertida do que as lições tradicionais da escola. Isso porque o mundo de possibilidades dos códigos de computação estimula a criatividade dos desenvolvedores-mirins, que criam algoritmos dos mais simples aos mais complexos.

Com isso, há um estímulo ao protagonismo do estudante, que, por meio das orientações do professor e de sua própria capacidade de observação e curiosidade, explora as linguagens de programação com autonomia.

conheca-as-escolas-seb

Promove um melhor desempenho escolar

O raciocínio lógico, a criatividade e outras habilidades favorecidas pelo aprendizado da programação contribuem para o desempenho escolar de modo geral. A criança terá mais facilidade para lidar sobretudo com as Ciências Exatas, além de ter até mesmo o inglês estimulado, já que a maioria das linguagens computacionais utiliza tal idioma.

Na Matemática, esse benefício é ainda mais evidente. Os pequenos aprendem a aplicar fórmulas e conceitos de forma dinâmica e contextualizada, além de enxergar como os números e os princípios matemáticos têm relevância para a vida em sociedade e para as soluções digitais.

Auxilia na formação profissional

Por fim, o ensino de linguagens de programação vai ao encontro de grandes tendências educacionais e do mercado de trabalho. Para que você tenha uma ideia, um estudo realizado pela Dell Technologies para o Instituto para o Futuro mostra que cerca de 85% das profissões que existirão em 2030 ainda não foram inventadas e surgirão devido à transformação digital.

Nesse cenário, ocorre aquilo que citamos: os conhecimentos de programação serão tão requisitados como o conhecimento do inglês já é hoje. Devido a isso, a tendência é que os aprendizados de programação estejam cada vez mais presentes na trajetória escolar e profissionalizante.

Como escolher o melhor curso?

Hoje, uma escola que oferece cursos de programação a seus alunos já está um passo à frente e de olho nas tendências. Porém, como escolher a melhor instituição de ensino para o seu filho? Anote aí alguns aspectos importantes!

Metodologia de ensino

A metodologia de ensino tem a ver com a abordagem pedagógica e as técnicas utilizadas dentro e fora da sala de aula. Uma escola construtivista, por exemplo, prioriza sempre o papel ativo do aluno na construção do seu conhecimento, o que é excelente para o desenvolvimento dos pequenos não apenas enquanto alunos, mas também como indivíduos e cidadãos.

Reputação da escola

Faça uma boa pesquisa sobre a escola. A internet é uma grande aliada: nas páginas oficiais, os pais visualizam comentários e avaliações de outras famílias que já tiveram a experiência de matricular seus filhos lá. Vale a pena buscar informações sobre a qualidade de ensino e a segurança oferecida antes de tomar uma decisão.

Infraestrutura

Navegue pelo site da instituição de ensino e, se possível, faça uma visita ao local para visualizar a infraestrutura física e verificar se há um bom planejamento, se o espaço é acolhedor, se os recursos existentes promovem conforto e segurança para os pequenos, entre outros.

Diante desta leitura, você viu que o ensino de linguagens de programação para crianças é uma grande tendência. Afinal, esse conhecimento favorece o desenvolvimento dos pequenos, além de ser um diferencial em sua formação para a futura vida profissional.

E aí, gostou do conteúdo? Então, assine a nossa newsletter! Assim, vamos avisar sobre as novidades do blog diretamente no seu e-mail!