pensamento crítico

Entenda a importância do pensamento crítico

Você sabe como ajudar seu filho nas tarefas escolares?

O pensamento crítico é uma das competências mais importantes para que a humanidade continue sempre avançando. Afinal, é a capacidade de refletir de forma autodisciplinada e profunda sobre as coisas que nos leva a ampliar cada vez mais a nossa visão de mundo e a evitar opiniões estreitas.

Em tempos de globalização e de uma torrente de informações por todos os lados, essa capacidade se torna ainda mais importante. É por isso que vale a pena estimular essa competência desde cedo: para os pequenos, isso traz benefícios no desenvolvimento escolar, na futura carreira profissional e também na convivência em sociedade.

Para que você entenda melhor o que é o pensamento crítico e como estimulá-lo na infância, preparamos este post. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

O que é pensamento crítico?

O termo “crítico” geralmente tem uma conotação negativa, porém pensar criticamente é diferente de ter criticidade. Isto é, não se trata de ter juízos de valor sobre tudo, mas de refletir sobre as coisas a partir de um ponto de vista mais amplo, justo e profundo, como se fosse sempre a primeira vez que se tem contato com determinado assunto.

Desse modo, ter pensamento crítico equivale a pensar sobre os problemas de forma mais detalhada e tentando, ao máximo, não ser contaminado por opiniões preconcebidas, por visões já construídas. Ao adotar essa postura, poderemos questionar ideias já fixadas, elaborar suposições por conta própria e, quem sabe, chegar a novas conclusões. 

Qual é sua importância para as pessoas?

Ser capaz de questionar, de tirar as próprias conclusões e, principalmente, de refletir sem o filtro de uma pré-concepção é necessário tanto para a formação de uma opinião própria, bem como para a criatividade e o desenvolvimento da inteligência emocional, já que agrega flexibilidade de pensamento. Essas características levam a criança a se tornar um adulto independente e com relações interpessoais mais saudáveis.

Além disso, pensando em um contexto mais amplo, o pensamento crítico é uma importante ferramenta de evolução. De maneira geral, as grandes personalidades que impulsionaram transformações no mundo começaram a refletir criticamente sobre ideias já estabelecidas.

Essa capacidade impede que conclusões já definidas caiam na passividade. Desse modo, o pensamento crítico também é fundamental na formação de cidadãos mais conscientes e responsáveis, com maior potencial de se tornarem agentes de transformação da sociedade.

Como ajudar crianças a desenvolvê-lo?

Você já entendeu melhor o que é o pensamento crítico e por que ele é tão importante, mas como exercê-lo? Essa capacidade se baseia em três pontos-chave: questionamento, reflexão lógica e diversificação de ideias. Sabendo disso, veja só algumas dicas práticas para estimular as crianças a terem esses três pontos aperfeiçoados e, assim, a pensarem mais criticamente!

Incentive o questionamento

As crianças são excelentes questionadoras! Afinal, a infância é o momento de maior aprendizado sobre o mundo e as pessoas. Por isso, o “por quê?” está entre os itens preferidos do vocabulário infantil. A dica aqui é incentivar essa curiosidade natural dos pequenos.

conheca-as-escolas-seb

Assim, quando seu filho fizer perguntas, evite respostas como “porque sim” ou “porque eu disse”. Vale a pena explicar todas as imposições, acordos, ideias e costumes que são praticados na sua casa. Isso é positivo até mesmo para que os adultos revisitem velhas concepções e pensem sobre elas sob uma nova perspectiva.

Escolha atividades que trabalhem a argumentação

Além de incentivar o questionamento, proporcionar aos pequenos a oportunidade de argumentar é excelente para desenvolver neles o pensamento crítico. Isso pode ser feito no dia a dia, por exemplo, quando a criança se recusar a obedecer. Além disso, se ela aparecer com uma nova ideia “mirabolante”, peça para que explique seus motivos.

Esse é um gancho importante para que o pequeno elabore uma opinião. Esse exercício favorece também o desenvolvimento da inteligência emocional, pois, ao ser questionado, seu filho precisará ponderar sobre seus sentimentos e motivações, além de usar a reflexão lógica para transformar tudo isso em um argumento.

Realize experimentos científicos lúdicos

A Ciência — ao lado da Filosofia — é a terra do pensamento crítico! Isso porque os cientistas precisam de uma postura crítica para exercer seu método: observar com objetividade, elaborar hipóteses, utilizar métodos para testar suposições e chegar a conclusões.

Esse “espírito dialético” pode ser experimentado pelas crianças ao praticar experimentos científicos lúdicos. Assim, além de aprenderem mais sobre a natureza, exercitarem sua reflexão lógica e sua curiosidade, os pequenos se divertem muito!

Estimule o hábito da leitura

O hábito da leitura está sempre entre as melhores dicas para o desenvolvimento infantil em todos os aspectos. Em relação ao pensamento crítico não é diferente. Afinal, os livros fornecem às crianças a diversificação de ideias e a ampliação do repertório cultural. Isso é fundamental para aumentar a flexibilidade mental e a capacidade de refletir, evitando pré-concepções.

Isso porque os livros proporcionam verdadeiras viagens no tempo e no espaço. Por meio deles, o leitor vivencia diferentes realidades, situações, sentimentos e culturas sem sair do lugar. Sem contar que a leitura favorece a capacidade linguística e de organizar pensamentos com coerência, o que é útil para a argumentação.

Qual é o papel da escola no desenvolvimento do pensamento crítico?

A escola, ao lado da família, é o principal ambiente de desenvolvimento humano na primeira infância. Sendo assim, ela cumpre um papel fundamental no estímulo ao pensamento crítico por meio de atividades, metodologias de ensino e abordagens pedagógicas que estimulam a capacidade dos pequenos de pensarem por si próprios.

É por isso que escolher uma boa instituição de ensino é essencial. Uma escola que não valoriza as novas demandas da sociedade e se recusa a superar o modelo de ensino em que as informações são transmitidas aos alunos de forma unilateral e engessada, tende a gerar o efeito contrário e formar cidadãos com dificuldade para refletir amplamente.

Entendeu o que é o pensamento crítico e por que vale a pena incentivá-lo desde cedo? Essa capacidade traz muitos ganhos para os pequenos em sua vida pessoal, escolar e, futuramente, em sua vida profissional. Além disso, trata-se de uma das competências mais importantes para a constante evolução da sociedade.

As informações foram úteis? Então, siga nossas redes sociais para acompanhar mais conteúdos como este! Você nos encontra no Instagram e no Facebook.