experiências científicas para crianças

5 experiências para realizar com as crianças em casa

Você sabe como ajudar seu filho nas tarefas escolares?

A curiosidade sem limites, a paixão por novas descobertas e a vontade de colocar a “mão na massa” são características naturais dos pequenos. Por isso, atividades que envolvem a experimentação são certeiras para capturar o interesse dos cientistas-mirins e garantir a diversão da família toda.

É por esse motivo que preparamos este post! Aqui, você vai conferir uma seleção com 5 experimentos para lá de divertidos — e surpreendentes. Com materiais fáceis de encontrar e um passo a passo simples, vale a pena colocar essas ideias em prática e aprender brincando. Confira!

Entenda a importância dos experimentos na infância

As crianças são pequenos cientistas por natureza. É por meio da tentativa e do erro, da observação de causas e efeitos, e da prática contextualizada que as crianças constroem sua compreensão do mundo e começam a desenvolver seu pensamento crítico. É por isso que as experiências científicas para crianças são tão interessantes e proveitosas!

Na infância, é tão importante aprender brincando e colocar a “mão na massa”, que existem metodologias de ensino totalmente alinhadas com tais ideias. Duas delas são a aprendizagem baseada em projetos e a aprendizagem baseada em problemas, em que os estudantes lidam com problemas reais e interdisciplinares.

Essas metodologias têm como foco a participação ativa da criança na construção do seu conhecimento. São os pequenos que levantam hipóteses, refletem sobre possíveis soluções, colocam em prática suas teorias e, assim, têm um aprendizado mais significativo.

Essas duas metodologias são grandes tendências da Educação, pois assim como nos experimentos científicos, são um forte estímulo à criatividade, à curiosidade, à habilidade de resolver problemas e ao pensamento crítico.

Veja 5 ideias de experiências científicas para crianças

Agora que você viu por que as experiências científicas para crianças são excelentes pedidas para momentos de diversão e podem contribuir bastante com o desenvolvimento dos pequenos, que tal conhecer algumas ideias? Abaixo, separamos 5 opções de experimentos simples de serem colocados em prática!

1. Areia movediça

Para fazer sua própria areia movediça, você só precisa de amido de milho e água. Use um recipiente qualquer, como um balde, para misturar 2 medidas de água para 1 medida de amido de milho. Se quiser, acrescente o corante de sua preferência para deixar a areia colorida.

É só misturar tudo e pronto! Os pequenos vão se surpreender, pois a mistura parece líquida, mas ao bater nela, a superfície fica sólida. Experimente bater o dedo rapidamente: o “chão” será duro. Mas ao pressioná-lo devagar, ele começará a afundar e será difícil tirá-lo novamente.

2. Vulcão de lava

Os vulcões caseiros estão entre as experiências científicas para crianças mais conhecidas e, também, entre as mais divertidas! Para construir o seu vulcão, providencie:

  • uma garrafa PET vazia de 2 litros;
  • papel pedra ou papel machê;
  • bicarbonato de sódio;
  • sabão em pó;
  • corante vermelho, amarelo ou laranja;
  • vinagre.

Primeiro, chame seu filho para a construção do vulcão. A garrafa PET forma a base — corte a parte de cima para formar a “cratera”. Em volta da garrafa, vocês podem usar papel pedra, papel machê ou até mesmo jornal e cola para moldar o vulcão. Depois, coloquem dentro da cratera:

conheca-as-escolas-seb
  • 2 colheres de sabão em pó;
  • 6 colheres de água;
  • 1 xícara e meia de vinagre;
  • os corantes de sua preferência.

Para provocar a erupção, basta adicionar a essa mistura cerca de meia xícara de bicarbonato de sódio.

3. Pé de feijão

Outro experimento interessante e muito famoso é o do pé de feijão. Na verdade, trata-se da observação da germinação de uma semente. Você precisa de:

  • um recipiente transparente, que pode ser um copo descartável ou um pote de vidro;
  • uma bolinha de algodão;
  • alguns grãos de feijão.

Com a ajuda da criança, insira o algodão no fundo do recipiente e coloque alguns grãos de feijão. Regue com um pouco de água diariamente e deixe o pote em um local iluminado. Acompanhem juntos o progresso da plantinha: o broto crescerá um pouco a cada dia.

Essa experiência pode levar a conversas importantes sobre o ciclo de vida das plantas. Por exemplo, explique que a semente utiliza a luz solar para o processo de fotossíntese, adequando a profundidade de tal explicação à idade de seu filho. Essa também é uma boa oportunidade para explicar o que é sustentabilidade e a necessidade de se cuidar da água, devido à sua importância para a natureza.

4. Ciclo da água

Que tal fazer uma pequena atmosfera dentro de uma jarra? É isso mesmo! Com esse experimento, as crianças podem aprender mais sobre o ciclo da água e os fenômenos da natureza. Você vai precisar de:

  • uma jarra de vidro temperado;
  • um prato fundo;
  • água;
  • cubos de gelo.

Ferva um pouco de água e, depois, transfira o líquido quente para a jarra de vidro. Coloque o prato virado para cima na boca da jarra e espere um pouco até que o vapor da água acumule no prato. Em seguida, coloque alguns cubos de gelo em cima do prato, e voilà: começará a chover dentro da jarra.

Isso porque o ar quente da jarra encontrará o ar frio que está em cima do prato, o que vai provocar a condensação do vapor e a formação de gotas de água. É exatamente isso que ocorre na atmosfera. Antes de explicar esses fenômenos para seu filho, deixe-o refletir um pouco e levantar hipóteses, para que ele possa participar ativamente da construção do conhecimento.

5. Disco de Newton

Já ouviu falar no disco de Newton? Esse é um experimento bastante conhecido na Física e pode deixar os pequenos fascinados! Anote aí os materiais:

  • papelão;
  • cartolina branca;
  • tintas nas cores vermelho, laranja, amarelo, azul, verde, violeta e anil;
  • cola branca;
  • furador de papel;
  • um lápis ou palito de churrasco;
  • fita adesiva.

Primeiro, corte o molde de um círculo no papelão e encape com a cartolina branca. Use uma régua para marcar 7 divisões triangulares no círculo, todas com o mesmo tamanho — parecerá uma pizza. Faça um furo bem no centro e passe o lápis ou vareta, fixando-o com auxílio de uma fita adesiva.

Por último, pinte cada uma das divisões com uma das cores do arco íris. Espere secar e pronto: use o apoio do lápis ou da vareta para girar o disco o mais rápido que puder. A mistura das cores durante a rotação fará com que todas desapareçam e o círculo se torne branco.

Com essas 5 dicas de experiências científicas para crianças, você já tem ótimas ideias para deixar o seu fim de semana superdivertido! Além de instigarem a curiosidade dos pequenos e deixá-los surpreendidos, esses experimentos podem contribuir bastante para o desenvolvimento e o aprendizado dos cientistas-mirins.

Legal, não é? Então, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais para que outras famílias também possam se divertir com esses experimentos!