É possível aprender inglês brincando? 5 formas lúdicas de ensinar as crianças

É possível aprender inglês brincando? 5 formas lúdicas de ensinar as crianças

Para a geração Z, os chamados nativos digitais, conquistar novos conhecimentos por meio de atividades práticas e divertidas não é apenas uma possibilidade — é uma preferência. Por isso, é muito mais interessante quando a descoberta de uma nova língua acontece com contexto e interação. Sendo assim, aprender inglês brincando e com a ajuda de toques lúdicos faz tudo ficar mais fácil.

Aprender inglês já não é mais um diferencial para a carreira ou para a vida adulta. Pode ser considerado uma necessidade. Aliás, pesquisas indicam que, no Brasil, apenas 3% da população são fluentes no inglês. Talvez por essa razão, o conhecimento representa um potencial para alavancar a renda em até 52%. Promissor, não?

Outro benefício de ensinar inglês logo cedo para os filhos é que as crianças antes dos quatro anos de idade têm mais facilidade em aprender coisas novas — como mais de uma língua. A informação é comprovada por estudos de instituições internacionalmente renomadas, que mostram como as habilidades linguísticas são gravadas com mais velocidade na primeira infância.

Mas qual a boa notícia? É possível sim aprender inglês brincando! Que tal contribuir para o futuro de seus filhos, estimulando-os a dominar a língua inglesa? Acompanhe o post até o final e confira uma seleção de 5 dicas simples de serem colocadas em prática para auxiliar nesse processo.

1. A música é um dos recursos mais usados

música é uma das maneiras mais procuradas pelos pais e professores que querem ensinar inglês de maneira lúdica. Existem muitas opções, que atendem aos mais diversos estilos e fases.

Na primeira infância, a língua inglesa pode ser incorporada por meio de músicas e cantigas divertidas, até mesmo aquelas que estão presentes nos desenhos que as crianças adoram. Nos anos seguintes, é hora de escutar as preferências dos filhos e começar a acompanhar quais cantores ou artistas têm estilos que os interessam e acalmam.

Mas a música, por si só, pode ser utilizada de outras maneiras para ensinar o inglês:

  • cante junto com as crianças;
  • mostre as letras e ensine algumas palavras;
  • explique a tradução de trechos;
  • aborde as diferenças de pronúncia.

Nessa hora, os musicais e os filmes são grandes aliados. Clássicos como Rei Leão e Frozen, em inglês, vão ajudar muito na divertida tarefa de incorporar o inglês na rotina das crianças.

2. Com os filmes, fica fácil aprender inglês brincando

Como falamos, existe outra ótima maneira de aprender inglês brincando. Essa vale também para os adultos que desejam treinar a língua, melhorar o vocabulário ou a capacidade de compreensão. Mas do que se trata? De assistir a filmes (e séries) em inglês.

Nessa hora, vale dispensar as dublagens. Já que a ideia é assimilar a língua inglesa, é necessário um pouco de esforço. Vale lembrar que sair da zona de conforto não é algo impossível para as crianças. É natural dessa fase gostar de desafios.

Então, proponha que, entre os desenhos, filmes ou séries, alguns sejam em inglês. Gradualmente, aumente o volume de exposição da língua inglesa na vida da criança. Mas esse é um exercício que requer a sua participação ativa ou de outro adulto.

Em todas as etapas do aprendizado, é essencial uma supervisão. Ou seja, ficar por perto, ajudar na compreensão de frases e contextos, assim como mostrar a grafia de algumas palavras e treinar a pronúncia são atitudes fundamentais.

3. Os jogos eletrônicos podem atrair a atenção

Todas as atividades podem ser adaptadas para que a criança aprenda inglês. Com o uso da tecnologia não é diferente. Existem vários aplicativos e ferramentas digitais que contribuem para o aprendizado da língua inglesa por meio de brincadeiras.

Ensinar inglês para as crianças com o auxílio da tecnologia faz com que a atividade seja muito mais leve. É preciso lembrar que a fluência depende, também, da prática — e os métodos interativos são os que entregam melhores resultados.

Mas é sempre bom lembrar que o uso da internet ou mesmo de gadgets deve acontecer sempre com o acompanhamento dos pais ou responsáveis. Por isso, escolha com cuidado os aplicativos e jogos que podem contribuir melhor para essa etapa, que é pura conquista de conhecimento.

4. Livros também são uma boa ferramenta de ensino

Na hora de comprar livros e incentivar a leitura, aposte em alguns que sejam em inglês. Não é necessário fazer alarde ou destacar a diferença entre uns e outros. Pense que a criança pode e deve descobrir por meio da curiosidade que algumas palavras são diferentes das outras.

Os livros são poderosas ferramentas. Os mais básicos, apenas com indicações, imagens e seus respectivos nomes, são ótimos para o aprendizado inicial. É assim que a criança conhece suas primeiras palavras ou mesmo treina aquelas que ela já está explorando com ajuda da escola (se a sua opção for pelo ensino bilíngue).

Colorir também pode ser interessante. Para isso, compre os chamados livros de colorir, mas com muitas palavras e números em inglês. Tudo fica muito mais lúdico e divertido quando a criatividade é envolvida.

5. Esportes e competições também ensinam o inglês

Tanto a prática de esportes, quanto o acompanhamento de competições, agregam muitos benefícios para o desenvolvimento da criança. Pontos como disciplina, determinação e foco são ensinados através desses recursos. Outra vantagem é o compartilhamento da importância de uma vida saudável, seja para a saúde física, seja para a mental.

Uma forma lúdica de fazer com que a criança aprenda inglês brincando é por meio do esporte. Uma boa dica é estimular que seus filhos tenham ídolos internacionais. Para isso, mostre competições e partidas de modalidades variadas. A ideia é aproveitar esse interesse para fazer com que a criança queira acompanhar jogos que vão além das disputas e dos campeonatos nacionais.

São muitas as maneiras pelas quais uma criança pode aprender inglês. Como mostramos, várias delas acontecem por meio de brincadeiras. Seja com a ajuda da música, dos filmes, de séries, de musicais, com o apoio de livros, através do esporte ou usando a tecnologia, há muito a ser feito.

De toda maneira, os pais devem sempre se lembrar de que o que gera resultados ainda mais positivos é a interação. Então, participe de maneira ativa de todas essas atividades, para que a criança consiga perceber valor e ter mais vontade de aprender inglês brincando.

Agora que você conferiu 5 formas de aprender inglês brincando, aproveite a visita ao blog e veja como potencializar o aprendizado desse idioma de forma lúdica e motivadora.