aprendizado fora da sala de aula

Qual é a importância do aprendizado fora da sala de aula?

Você sabe como ajudar seu filho nas tarefas escolares?

Engana-se quem pensa que, para estudar, é preciso estar dentro do ambiente escolar tradicional. Muito pelo contrário. Atualmente, o aprendizado fora da sala de aula é cada vez mais valorizado e eficaz. Diante de tantos estímulos, já era de se imaginar esse cenário.

Em atividades de campo, os alunos são estimulados a levantar hipóteses e fazer descobertas. Além disso, eles podem aprender com atividades práticas o que viram na escola. Quer entender mais sobre o assunto? Então, continue a leitura e confira!

Qual é a importância do aprendizado fora da sala de aula?

Se, para algumas pessoas, pode parecer difícil aprender fora de sala de aula, para outras isso é totalmente possível. Na verdade, a escola organiza e sistematiza o aprendizado, mas nós somos seres curiosos e que aprendem dia após dia em vários contextos, sozinhos ou com ajuda.

Um bom exemplo disso são as crianças, que cada vez mais cedo sabem mexer em aparelhos eletrônicos, como tablets e celulares, sem ninguém ensiná-las. Provavelmente, você conhece uma assim, se não for seu próprio filho, não é mesmo?

As crianças aprendem também com desenhos, músicas e vídeos. Dessa forma, tudo pode ser convertido em aprendizagem. Vale lembrar que o contexto de sala de aula vem de gerações recentes. No passado, era comum as pessoas aprenderem em lugares externos, brincando e imitando os exemplos dados pelos adultos.

O estudo fora da sala faz que a criança experimente outros contextos da realidade que não são vistos nos materiais didáticos. Assim, elas conseguem observar e interagir com os fatos que estão estudando em aula. O conceito vai além dos passeios ou das atividades extracurriculares.

Por meio do aprendizado fora da sala de aula, é possível:

  • facilitar o entendimento dos conteúdos;
  • desenvolver habilidades de observação e comparação;
  • permitir uma visão mais ampla do mundo e de sua diversidade;
  • trabalhar várias formas de expressão, como interpretação, leitura e escrita;
  • estimular autonomia, respeito, responsabilidade e cooperação.

Como funciona esse tipo de aprendizagem?

O ensino fora da sala de aula não é apenas sair por vários locais para observar coisas. É preciso que a equipe pedagógica faça um planejamento consistente, a fim de que essa experiência possa agregar às propostas de cada série. Um bom exemplo é quando os alunos estão estudando a geografia e a história de uma cidade.

Dessa forma, a aula pode acontecer em um passeio pela cidade, visitando museus e parques, observando a arquitetura e conversando com pessoas mais velhas e que conhecem a história do lugar. Antes de ir para campo, é importante ter uma preparação dentro da sala de aula.

Também é fundamental que ocorra uma análise após o laboratório, para os alunos organizarem e assimilarem os aprendizados, além de compartilharem com os professores e colegas as suas observações e conclusões sobre o assunto que foi abordado.

Quais são os benefícios do aprendizado fora da sala de aula?

Como o aprendizado fora da sala de aula pode ajudar os alunos? Quais são os benefícios do método? A seguir, reunimos as principais vantagens. Confira!

conheca-as-escolas-seb

Autonomia

O aluno como protagonista do seu aprendizado é uma tendência na educação. Dessa maneira, ele é estimulado a buscar as informações e a desenvolver os conhecimentos por si mesmo, tendo mais autonomia.

Isso não quer dizer que ele vai aprender sozinho. O professor atua como um mediador nesse processo, fazendo todo o acompanhamento pedagógico. Ele é o instrumento que engaja e orienta os alunos a pesquisarem os conteúdos e a descobrirem a melhor forma de aprendê-los.

Dinâmica

O dinamismo é uma ferramenta poderosa de aprendizado. As aulas fluem de uma maneira mais interessante, aumentando a motivação nos estudos. Para isso, é possível usar as tecnologias e a gamificação, em que o aprendizado ganha “roupagem” de jogos. Assim, os alunos conseguem aprender sem o sentimento de estarem em uma aula monótona e entediante.

Criatividade

A criatividade é uma competência necessária para o dia a dia. Afinal, é por meio dela que conseguimos resolver os problemas do cotidiano. Trata-se de uma função que estimula o aluno a pensar “fora da caixa”. Sendo assim, o aprendizado fora da sala de aula ajuda a desenvolvê-la, pois trabalha a habilidade de analisar as situações, fazer escolhas e gerenciar os pensamentos.

Como levar o aprendizado para fora da sala de aula?

Agora que você já conhece os benefícios do aprendizado fora de aula para os alunos, chegou o momento de entender como ele pode ser aplicado na prática. Não são apenas os passeios e as visitas aos museus que entram nessa metodologia. Qualquer aula fora do ambiente de sala pode ser considerada. Veja:

  • laboratórios de informática e de ciências;
  • pontos turísticos da cidade;
  • pátio da escola;
  • gincanas escolares;
  • feiras de ciência, português e artes;
  • quadra poliesportiva;
  • hortas e jardins;
  • zoológicos;
  • excursões;
  • fazendas;
  • parques florestais;
  • estudo do meio.

Como estimular a aprendizagem fora da sala de aula?

Você sabia que os pais também têm o papel de ajudar na aprendizagem fora da sala de aula? Estimular visitas a museus, teatros e cinema, e incentivar a leitura de livros é uma ótima maneira de auxiliar o aprendizado. Assim, o jovem aprende de forma prazerosa e cria um repertório que contribui para a sua formação integral, que inclui ter sua própria técnica para estudar.

Seja na escola, seja com a família, o aluno precisa ter a consciência de que qualquer lugar pode proporcionar experiências e conhecimentos, independentemente de estar ou não relacionado aos conteúdos aprendidos na escola. Desse modo, ele se sentirá engajado em ser o protagonista da sua própria educação.

O aprendizado fora da sala de aula é uma tendência crescente, ainda mais se pensarmos no período pós-pandemia. Por meio da experiência de aulas on-line, conclui-se que é necessário utilizar outras metodologias de ensino, como o ensino híbrido e a sala de aula invertida. Sendo assim, a sala de aula tradicional já não atende às demandas que as crianças e os adolescentes têm hoje.

Quer saber de tudo o que acontece por aqui em primeira mão? Então, assine nossa newsletter! Dessa maneira, você receberá as novidades diretamente na caixa de entrada do seu e-mail e não ficará de fora de nossos conteúdos!