ambiente de estudos em casa

Como criar um ambiente de estudos em casa?

Ter um espaço dedicado a tarefas específicas é uma forma de melhorar os resultados e obter mais conforto e praticidade. Isso não é diferente para os seus filhos, que devem ter um ambiente de estudos em casa.

Com uma área desse tipo, é possível aumentar o nível de concentração e de organização, o que favorece o aprendizado. No entanto, para que tudo isso aconteça, é necessário que o espaço tenha as características certas.

Pensando nisso, aproveite para conferir quais são as dicas essenciais para ter esse ambiente em casa!

Escolha o local ideal

Para que o espaço de estudos seja realmente adequado e traga bons resultados, é preciso encontrar o lugar correto da casa. Isso significa que estudar na mesa de jantar ou em um canto da cozinha não é a melhor alternativa. Afinal, são locais usados para outras atividades, e a solução é apenas provisória.

O indicado, portanto, é separar uma área que seja exclusiva, para que o momento dos estudos ocorra diariamente. É importante que a área não seja muito movimentada ou barulhenta. Um cômodo de passagem ou social, como a sala de estar, gera estímulos demais, que se transformam em distração.

Se houver um cômodo vazio, considere transformá-lo em um espaço dedicado ao estudo. Se não for possível, o quarto do seu filho pode ser adaptado para receber uma área destinada ao aprendizado.

Deixe o lugar atrativo e confortável

Depois de encontrar o ponto ideal para criar o ambiente de estudos em casa, é necessário pensar no conforto e no visual. Em relação ao primeiro critério, o cômodo não pode ser muito quente e nem muito frio. Por isso, a preocupação com a climatização é indispensável para que o local tenha as características certas.

Também é preciso ter atenção com a iluminação. Para evitar que o local fique muito escuro, priorize a iluminação natural e tenha elementos de apoio, como uma luminária. Ao mesmo tempo, tenha cuidado para a luz não ser intensa demais e causar problemas, como incômodos de visão e dores de cabeça.

Em relação à decoração, é interessante apostar em uma proposta lúdica e divertida, sem perder o aspecto educacional. Vale usar as cores favoritas do seu filho ou mesmo dar um toque com seus personagens favoritos. Contudo, é preciso ter cuidado para que fique claro que o local é de estudo e aprendizado.

Opte por móveis adequados

Por falar na decoração e arrumação do espaço, é indispensável ter atenção em relação aos móveis. Mais que bonitos, eles devem ser funcionais, confortáveis e indicados para a idade do seu filho. Afinal, uma cadeira para uma criança menor deve ter uma altura adaptada para que ela seja capaz de alcançar a mesa, por exemplo.

O posicionamento também deve pensar na autonomia, especialmente para crianças menores. Itens como livros ou caixa de materiais, mesmo suspensos, devem estar ao alcance da criança.

No geral, o conjunto fundamental envolve uma mesa de estudos com espaço suficiente e uma cadeira. Para complementar a configuração, é possível contar com gaveteiros, com uma estante e/ou com prateleiras e nichos.

Em relação à aparência, há como escolher peças infantis e lúdicas ou com um toque versátil, capazes de se adaptar às mudanças de idade e de interesses. O importante é considerar com cuidado os elementos que estarão presentes.

Prepare os recursos de estudo

Para realizar atividades pedagógicas, lições do dia, trabalhos escolares ou mesmo estudar para a prova, os recursos certos são fundamentais. Por isso, o ambiente de estudos em casa deve apresentar todos os recursos que são utilizados para essa tarefa.

É o caso de criar uma espécie de biblioteca, com livros didáticos e outros títulos que possam ajudar nos estudos, por exemplo. Também vale a pena considerar o uso de recursos como quadro de recados ou de planejamento e materiais escolares de diversos tipos.

Folhas avulsas, rascunhos, cadernos, canetas, lápis, materiais de colorir, réguas, tesoura, fitas adesivas e outros elementos devem estar presentes. A intenção é deixar tudo à mão para que o estudo ocorra de modo prático, sem que diversas interrupções sejam necessárias.

Crie regras e uma rotina

Tão importante quanto elaborar o ambiente de estudos em casa é garantir que ele seja usado corretamente. Para que isso aconteça, desenvolva algumas regras exclusivas para o uso do local.

Se o ambiente tiver um computador para estudos, por exemplo, deixe claro que, nos momentos de aprendizado, ele só pode ser usado para essa tarefa. Isso significa acessar apenas a plataforma infantil ou fazer pesquisas — nada de jogos ou vídeos não relacionados ao objeto de estudo.

Também é o caso de estipular que o celular precisa ficar longe e que a televisão não deve ser ligada. A intenção é manter a concentração para que o estudo seja produtivo.

Para maximizar o uso desse ambiente, é interessante desenvolver uma rotina. Especificar horários diários de estudos facilita a realização de tarefas e o reforço do aprendizado. Um cronograma com as obrigações é igualmente bem-vindo e ajuda a garantir que tudo seja feito no prazo.

Facilite a organização do espaço

Com o uso constante do ambiente de estudos em casa, é natural que a área não fique tão arrumada como no começo. No entanto, é possível prevenir a bagunça com algumas dicas de organização.

Primeiramente, é preciso utilizar os acessórios e recursos corretos. Organizadores de mesa e de gaveta, cestos específicos e caixas para organização são elementos essenciais para que cada coisa tenha o seu lugar.

Também é interessante estimular a arrumação como parte da rotina de estudos. Colocar cada item e material usado em seu devido local após encerrar as atividades permite que tudo fique organizado. Assim, é possível lutar contra os efeitos negativos da bagunça, como a perda de concentração.

Com as escolhas adequadas, criar um ambiente de estudos em casa fica mais fácil. É importante que toda a família aproveite esse espaço para contribuir com o momento de estudo da criança. Além de garantir um bom acompanhamento da vida escolar e mais participação, é uma solução para melhorar o seu desempenho.

Quer descobrir se você sabe ajudar seus filhos com as tarefas da escola? Faça o nosso teste e veja o resultado!