alfabetização infantil

Alfabetização Infantil: como os pais podem ajudar neste processo?

Você sabe como ajudar seu filho nas tarefas escolares?

Sabemos que a alfabetização infantil é indispensável para o desenvolvimento da criança e que a escola tem um papel fundamental nesse processo. Porém, você sabia que os pais também podem ajudar bastante?

Neste artigo, vamos explicar melhor o assunto e mostrar como vocês podem participar da alfabetização dos filhos, fortalecendo o trabalho que pedagogos e professores realizam na escola. Confira!

O desenvolvimento infantil

De 0 a 3 anos de idade, a criança se desenvolve e passa por uma fase conhecida como pré-alfabetização. Trata-se de uma etapa inicial, em que ela toma consciência sobre si e sobre os outros a partir da fala e da audição, cria vocabulário e amplia seu campo de conhecimento, aprendendo a interpretar o uso das palavras de acordo com as situações.

A interação verbal com as crianças é importante porque inclui outro sentido, também aguçado nessa fase de desenvolvimento: a visão. Afinal, não só ouvimos a mensagem como também observamos as expressões faciais e o movimento dos lábios do interlocutor. No processo de alfabetização infantil, essa estratégia é utilizada para exemplificar as unidades que compõem a linguagem.

É preciso conversar com as crianças para que, posteriormente, elas sejam capazes de compreender a linguagem escrita do mesmo modo que entendem a linguagem verbal. No momento da leitura, é acionada a capacidade de compreensão necessária, por exemplo, para assistir a um filme.

O que diferencia essas atividades é que, para ler, as crianças precisam dominar uma técnica (de decodificação) que possibilita resgatar o episódio da fala presente no texto. Por isso, é importante equilibrar o tempo de uso de dispositivos eletrônicos para atividades audiovisuais com o contato físico e direto entre pais e filhos.

A importância dos pais na alfabetização infantil

Em 2019, o MEC lançou o caderno da Política Nacional de Alfabetização (PNA), em que ressalta a “centralidade do papel da família na alfabetização”. A família é a representação inicial da vida em sociedade e os pais são os sujeitos que apresentam o mundo e, portanto, a linguagem à criança.

Ao ter contato com a linguagem na etapa de pré-alfabetização, a consciência fonológica é desenvolvida. Esse background é importante, pois a criança resgata episódios da fala no momento da leitura, tendo como ponto a compreensão oral para avançar no entendimento textual.

As crianças tendem a observar modelos de comportamento e a imitá-los para se assemelhar às pessoas que têm como modelo. Portanto, ao mexer na estante e organizar os livros, ou ao escolher um livro e folheá-lo, os pais incitam os filhos, ainda que indiretamente, a repetir essa ação. Com o hábito de ler e comentar suas percepções da leitura, os pais reafirmam essa ação junto à criança, fazendo com que esse comportamento se torne comum e parte da rotina dos seus filhos.

Como ajudar os filhos na alfabetização

O primeiro passo no processo de alfabetização infantil é compreender o ritmo da criança. Outra etapa importante é investir em um ambiente alfabetizador, ou seja, criar uma rotina em que os diversos gêneros textuais tenham a função de comunicar e que a criança seja estimulada a participar dessa interação.

A falta de estímulo ou o uso excessivo de dispositivos eletrônicos pode atrapalhar o processo de desenvolvimento linguístico das crianças. Porém, o uso adequado da ferramenta, como a busca por uma plataforma infantil, pode auxiliar nesse processo, assim como a prática de atividades pedagógicas no ambiente digital.

Selecionamos alguns bons exemplos de atividades a serem realizadas pelos pais para ajudar na alfabetização das crianças. Veja a seguir.

Ler histórias

conheca-as-escolas-seb

Ao ouvir uma história, a criança compreende diversos elementos da linguagem escrita. Entre eles, a direção de leitura da esquerda para direita, a diferenciação entre texto e imagem, a forma das letras, a noção de volume do texto (palavras que formam frases) e, até mesmo, a contextualizar o uso das palavras de acordo com a entonação no momento da leitura.

Quando realizada em voz alta, e se repetida, a mesma história faz com que a criança seja capaz de recontar a trama, ao passo que acompanha o texto escrito, podendo ser guiada também pelas imagens.

Deixar bilhetes ou escrever cartas

A criança pode começar a entender a função da escrita na comunicação a partir de pequenas atitudes dos pais, como bilhetes ou cartas. É possível, também, que ela inicie suas primeiras produções escritas e, ainda que sejam rabiscos, o importante é o protagonismo dela na atividade.

Aproveitar as situações na rua

Placas de trânsito, modelos de carro, destino de ônibus, outdoors, letreiros, panfletos, faixas, anúncios de vitrine, cardápio de restaurante ou a escrita onde quer que se tenha contato com mundo letrado: todos são ótimos momentos para que as crianças interajam com a linguagem escrita e comecem a fazer as primeiras associações entre as formas e os sons.

O que é função dos pais e o que é função da escola

A pré-alfabetização, como já explicamos, é o momento de familiarização da criança com a linguagem oral e escrita. O passo inicial para que o pequeno adquira e enriqueça seu vocabulário pode ser realizado pelos pais, ao conversar e estimular o interesse pela leitura por meio de exemplos práticos.

O desenvolvimento da criança é mais rápido e eficaz quando ela consegue recuperar essas lembranças de aprendizagem e relacioná-las a um novo aprendizado na fase de alfabetização, seguindo determinado método para isso.

A instituição de ensino adota um método de alfabetização com o objetivo de que a criança desenvolva o domínio da técnica para realizar a atividade de leitura e escrita de modo autônomo. A abordagem escolhida varia de acordo com a instituição de ensino escolhida, podendo ser utilizado um único método ou uma combinação de parte deles.

Como escolher uma boa instituição para seu filho

Para escolher uma boa instituição de ensino para seu filho, é importante considerar a metodologia da escola, ou seja, o projeto de ensino e as práticas educacionais, além de seu modo de implementação. Também é relevante o método de ensino implementado na alfabetização infantil, considerando modernizações e atualizações. 

Outro ponto importante é a infraestrutura da instituição, que tornará possível a execução do projeto com segurança. Em conjunto com os demais elementos, esse cuidado na hora da escolha proporciona o melhor retorno no investimento feito na educação do seu filho.

O Grupo SEB é pioneiro em tecnologia e gestão de escolas, e também o responsável pela iniciativa do Blog Novos Alunos. Tal iniciativa surgiu com o intuito de transmitir temas educacionais de forma simples e descomplicada para todos os públicos.

Gostou de saber um pouco mais sobre a alfabetização infantil e como você pode ajudar seus filhos? Agora que você descobriu que não precisa de nenhuma atividade muito complexa, já pode colocar algumas ações em prática, não acha?

Entre em contato com o Grupo SEB e conheça as melhores escolas no Brasil, tanto de ensino regular como de educação bilíngue.