Seu filho pode aprender inglês com músicas?

Seu filho pode aprender inglês com músicas?

Ninguém mais duvida da importância do domínio de um segundo idioma, não é mesmo? Afinal, não se trata apenas de um diferencial no currículo! Em um mundo hiperconectado como o de hoje, em que todos têm voz, ser bilíngue passou a ser praticamente uma necessidade. E o inglês entra nesse cenário como protagonista. Por isso é que os pais têm se preocupado cada vez mais em proporcionar esse aprendizado para seus filhos, com o objetivo de ampliar seus horizontes e suas possibilidades futuras.

Mas será que, indo além de aulas e cursos, é possível aprimorar o aprendizado do inglês com músicas? Pois é exatamente sobre isso que falaremos no post de hoje! Então continue a leitura e descubra como as músicas podem ajudar!

Como exatamente as músicas ajudam?

Estimular seu filho a aprimorar seus conhecimentos em inglês com músicas é uma excelente maneira de mantê-lo motivado e interessado no idioma. Afinal de contas, que criança não gosta de música, não é verdade? Além disso, as músicas em inglês facilitam bastante a compreensão do idioma falado coloquialmente, bem como dão uma mãozinha a favor da descoberta de novas expressões, expandindo assim o vocabulário do seu filho.

Já reparou como as palavras cantadas são bem diferentes da soletração e da pronúncia formais? Assim, ao escutar canções em inglês, seu filho treina o ouvido de outra maneira. Do mesmo modo, ao ler, copiar e pronunciar as letras em voz alta, ele poderá fixar a grafia e a pronúncia de novas palavras ou expressões. Viu como estudar inglês com músicas pode treinar os 4 princípios básicos (escutar, falar, ler e escrever) do aprendizado de qualquer idioma?

Mas atenção: é preciso esclarecer que, por mais que as crianças tenham muito mais facilidade em aprender um segundo idioma que os adultos, basear todo o aprendizado de inglês do seu filho apenas nas músicas não é recomendado. Na verdade, esse recurso deve servir de complementação ao aprendizado formal. É uma maneira lúdica, divertida e leve de estimular seu filho a continuar o estudo do inglês fora do ambiente escolar, ajudando-o na fixação do conteúdo já aprendido. Estipulando esse como o único contato da criança com o idioma, corre-se o risco de não obter resultados satisfatórios.

E como aprender inglês com músicas?

Agora que você já sabe como pode ser bastante produtivo (além de divertido) aprimorar o inglês do seu filho com canções, que tal aprender como fazer isso da melhor maneira possível? Esse pode, inclusive, ser um momento único de descontração e interação entre vocês!

Primeiramente, é necessário eleger músicas que seu filho goste de escutar. Pense bem: por mais rica que seja a letra de uma determinada canção, ninguém merece ter que escutar algo que não atura, não concorda? Por isso, para manter a criança interessada, selecione uma lista de músicas de seu interesse, que sejam compatíveis com sua faixa etária e seu nível de domínio do inglês.

Com a lista pronta, escolha uma delas para vocês escutarem diversas vezes, com bastante atenção. Ao ouvir uma música de que gostamos, a região relacionada ao prazer em nosso cérebro é acionada, ficando muito mais fácil e prazeroso se lembrar das expressões escutadas mais tarde.

Depois, peça que seu filho leia a letra, transcrevendo-a de próprio punho em seu caderno. Nesse momento, ele pode anotar ao lado as expressões e palavras que não conhece. Talvez seja legal escutar, pausar e voltar a canção algumas vezes. Aí chega a hora de buscarem juntos os significados das palavras e expressões desconhecidas, tentando traduzir a letra. Não tem segredo: todas essas ações aprimoram a fixação de vocábulos e expressões.

E, por fim, vem a parte mais divertida: cantar! Isso mesmo! Com a letra em mãos, estimule seu filho a cantar a música, tentando falar as palavras da mesma forma como são pronunciadas na canção. Quer maneira mais engraçada de treinar a pronúncia que essa?

Que músicas escolher?

Existem diversas músicas disponíveis gratuitamente na internet, voltadas justamente para o aprendizado de inglês para crianças. Normalmente abordando temas do dia a dia (como a escovação dos dentes, os nomes dos dedos da mão ou os sons feitos pelos animais, por exemplo), são excelentes opções para crianças de até 9 anos, que estão iniciando seu aprendizado de inglês agora. Confira abaixo alguns exemplos:

Como potencializar o aprendizado?

Como já mencionamos anteriormente, aprimorar o aprendizado de inglês com músicas é bastante eficiente e tem tudo para produzir resultados pra lá de satisfatórios. Entretanto, contar somente com esse tipo de estímulo não é o suficiente para que seu filho se torne bilíngue.

Nesse sentido, uma escola bilíngue desponta como a opção mais eficaz para o aprendizado de um segundo idioma. Isso porque, ao contrário do que muita gente pensa, mesmo que uma criança ainda não domine por completo sua língua materna, não tem seu desenvolvimento prejudicado ao frequentar uma escola que segue esse modelo de ensino. Muito pelo contrário, aliás! O fato de ela ser exposta rotineiramente a um segundo idioma estimula as sinapses cerebrais e beneficia o desenvolvimento neurológico como um todo.

Além disso, em uma instituição de ensino bilíngue, o aprendizado do segundo idioma é extremamente potencializado, devido às diferentes experiências vividas pelas crianças no ambiente escolar. Por isso, se você deseja estimular da melhor maneira possível o desenvolvimento e o aprendizado de um segundo idioma em seu filho, contar com o auxílio psicopedagógico de uma escola bilíngue é, sem dúvida, a melhor escolha!

Viu só como é possível estimular seu filho a aprimorar o inglês com músicas? E se você gostou desse conteúdo e ficou interessado em saber mais sobre a metodologia de ensino bilíngue, talvez também tenha interesse em ler sobre todas as vantagens de apostar nesse tipo de instituição, certo? Então aproveite para conferir este outro post publicado aqui no blog!

 

Comentários

comentários