Resolver questões de vestibular é um bom método de estudo?

Resolver questões de vestibular é um bom método de estudo?

A preparação para entrar nas melhores universidades começa cada vez mais cedo na rotina dos jovens. E a verdade é que não faltam técnicas, dicas e truques para tornar o aproveitamento nos estudos ainda mais efetivo. Que tal focarmos no post de hoje em uma estratégia só? Vamos abordar um ponto cada vez mais em alta tanto nas rodas de amigos como nas discussões de pais e professores: a resolução de questões de vestibular como método de estudo.

Como, para muitas pessoas, a união da teoria com a prática é uma excelente maneira de compreender os assuntos tratados durante as horas de estudo, resolvemos nos aprofundar nessa ideia. Pronto para conferir como resolver questões de vestibular pode contribuir para a preparação do seu filho rumo à faculdade? Então fique de olho!

Complementar os estudos nunca é demais

Diante de tantas metodologias de aprendizagem, pais e filhos não só podem como devem imaginar que nem todas se sustentam nas maravilhas que prometem. De toda forma, uma boa combinação de estratégias é essencial para preparar os jovens candidatos ao ingresso nas melhores universidades do país. E resolver questões de vestibular pode sim figurar entre os principais métodos praticados. Quer saber por quê?

  • A prática das questões ilustra a teoria de cada disciplina estudada;

  • Os alunos entendem, a cada questão, onde devem reforçar suas atenções;

  • As provas anteriores são bons indicativos do que estudar para as próximas provas;

  • A resolução de exercícios nunca deixou de ser um ponto positivo nos estudos;

  • O conhecimento é aplicado de acordo com as exigências da banca examinadora.

Por essas e outras é que resolver questões de vestibular pode ser uma ótima ideia para complementar as horas de estudo do seu filho.

Encontrar as provas anteriores não é nada difícil

Hoje em dia já é possível encontrar com ampla facilidade, na internet, as provas anteriores e seus respectivos gabaritos. Mas nesse momento você pode muito bem estar aí se perguntando como exatamente criar esse hábito e torná-lo produtivo na rotina de estudos do seu filho, certo?

O primeiro passo é bastante óbvio, mas igualmente fundamental: prestar atenção nas aulas. Com isso, não há segredo para fixar o conteúdo. Afinal, é preciso que o assunto abordado durante os estudos ao menos soe familiar. Em seguida, é bom contar com as anotações do que foi visto em sala, que são complementos pontuais para as horas de estudo. Por fim, ajude seu filho a encontrar as provas das instituições de ensino em que eles têm mais interesse em pleitear uma vaga. Normalmente, essas provas podem ser encontradas nos sites das próprias universidades.

Para ajudar ainda mais, selecionamos alguns sites que concentram grande parte desses exames:

  • Provas de vestibular: o site conta com um grande repertório de provas das principais instituições do país, facilitando a busca dos candidatos;

  • Comissão Permanente para os Vestibulares: a COMVEST também possui um acervo variado e de fácil usabilidade — inclusive com provas comentadas, que são boas fontes de pesquisa para os alunos;

  • UOL vestibular: o segmento de educação do portal é bastante acessado, exatamente porque possui uma série de provas de universidades de todo o país para consulta.

E agora que você já sabe como orientar seu filho a procurar pelas provas que o auxiliarão nos estudos, vamos conferir como aplicar esse método de estudo no dia a dia?

Passar da prática à teoria é fundamental

É hora de entender como é possível irmos da prática à teoria para aprimorar o conhecimento dos estudantes que estão passando pelo período pré-vestibular. Eles devem fazer o seguinte:

Encontre as questões pertinentes ao tema

É necessário explorar, nas provas anteriores, qualquer que seja o assunto estudado naquele dia. Então oriente seu filho a marcar cada uma das questões da área, deixando-as separadas.

Busque as resoluções dessas questões

É hora de recorrer a anotações, livros, apostilas e demais materiais de apoio em busca das alternativas corretas de cada questão. E essa etapa é tão importante porque, a partir do gabarito, seu filho pode saber justamente onde se concentram os principais assuntos abordados nas provas, reforçando assim seus estudos sobre os principais temas.

Marque as resoluções nos materiais de apoio

Sabendo a resposta certa e onde encontrá-la, direcione seu filho a marcar onde encontrou a informação — pode ser na apostila, nas anotações ou onde quer que seja. O importante é que ele identifique a concentração teórica cobrada pelas principais questões. Isso ajuda, inclusive, a mapear nos próprios livros onde os examinadores estão testando os conhecimentos dos candidatos do ENEM e dos principais vestibulares do Brasil.

Repita o processo com outras provas

Assim que estiver devidamente gabaritada uma prova, seu filho terá um bom material de consulta. No entanto, o exercício não se encerra aí! É hora de partir para a prova seguinte, depois para outro exame e, na sequência, para uma nova prova. Tudo deve ser esmiuçado à exaustão, já que a repetição leva à absorção do conhecimento e estimula o raciocínio a funcionar de acordo com as exigências das bancas examinadoras. Com o tempo, passará a reconhecer as questões e saber onde encontrá-las com facilidade. Assim, quando estiver diante das questões reais do vestibular, no dia da prova, estará muito mais preparado.

Como você pôde ver, resolver questões de vestibular é um método de estudo que passa, necessariamente, por 4 etapas:

  1. Encontrar as questões relativas ao tema de estudo;

  2. Procurar, nos livros e materiais de apoio, as respostas a partir do gabarito das provas selecionadas;

  3. Anotar nos livros onde foram encontradas as resoluções das questões;

  4. Repetir o processo e praticar em outras provas.

Simples assim e sem fórmula mágica! No fim das contas, trata-se de uma excelente oportunidade de complementar os estudos e tornar a rotina pré-vestibular muito mais preparatória para seus filhos.

E então, o que achou da resolução de questões de vestibular como método de ensino? Pode ser uma boa ideia para praticar os conhecimentos do seu filho, não concorda? Agora, para complementar o que aprendeu aqui, aproveite para descobrir como seu filho pode fazer um Ensino Médio que o passe direto no vestibular!

 

Comentários

comentários