O que é SAT e como seu filho deve se preparar para fazê-lo?

O que é SAT e como seu filho deve se preparar para fazê-lo?

Ao mesmo tempo em que muitos jovens sonham em estudar em uma universidade estrangeira, muitos pais veem nessa opção uma grande oportunidade de preparar os filhos para se sobressaírem no competitivo e globalizado mercado de trabalho atual. Seja com o objetivo de vivenciar uma cultura diferente e uma experiência inesquecível ou buscar uma formação profissional e novos conhecimentos, o SAT pode ser o caminho ideal para fazer esse desejo se tornar realidade. Quer saber o que é SAT e como ele pode ampliar as possibilidades do seu filho? Então aproveite para entender tudinho neste post!

Afinal de contas, o que é SAT?

O Scholastic Assessment Test (teste de aptidão escolar) é uma prova nacional usada pelas universidades norte-americanas em seus processos de admissão para cursos de graduação. Seria algo equivalente ao nosso ENEM por aqui. A maior diferença é que o teste é apenas uma etapa da seleção, que varia de acordo com cada instituição. Por isso, é preciso procurar saber quais são os demais requisitos exigidos pela universidade pretendida.

É importante destacar que o SAT se aplica apenas ao ingresso ao college, um curso de 4 anos bem genérico. No início, o jovem nem ao menos precisa ter decidido qual profissão pretende seguir. Só nos últimos 2 anos é que os estudantes devem escolher matérias mais específicas para seu foco. Para muitos, esse tempo extra para se decidir pode significar bem menos pressão. Outro detalhe é que, nos Estados Unidos, o college não confere uma profissão de fato, como acontece por aqui — exceto para os cursos de Engenharia, que são mais específicos. No Brasil, porém, esse diploma equivale a nossos cursos de graduação.

Ainda podemos citar mais uma peculiaridade a respeito das universidades norte-americanas que pode soar estranha para nós, brasileiros. Por lá, há um grande preconceito (mesmo que velado) relacionado à idade dos estudantes. Assim, as escolas mais renomadas (como Harvard, Yale, Princeton, Columbia ou Stanford) dão preferência a alunos bem novos, entre 17 e 19 anos. E por uma questão cultural, tendem a não misturar os jovens de 17 e 18 anos com adultos de mais 24 ou 25 anos. Se seu filho se encaixa no primeiro grupo, é o momento ideal. Se já ultrapassou esse limite, o mais recomendado é fazer uma primeira graduação no Brasil, para depois buscar um curso de fato universitário nos EUA.

Como é o formato das provas?

Além de obviamente possuírem um extenso vocabulário em inglês, os estudantes devem se preparar para resolver, em muito pouco tempo, questões que envolvem raciocínio lógico. Tais questões se dividem em: reasoning test e subject test.

O reasoning test é um exame geral com duração de aproximadamente 4 horas, composto por:

  • Matemática: uma seção de 20 minutos e 2 de 25 minutos, com 44 questões de múltipla escolha e 10 questões de respostas indicadas pelo estudante. Essa seção avalia a capacidade de analisar e resolver problemas, aptidões desenvolvidas na escola que também serão necessárias na universidade. Inclui questões que exigem o uso de fórmulas de álgebra, funções lineares, aumento exponencial e cálculos com expoentes, propriedades de linhas tangentes, valor absoluto, figuras geométricas, probabilidade e análise de dados.

  • Linguagem e interpretação de textos: uma seção de 20 minutos e 2 de 25 minutos, com 48 questões de interpretação e 19 sentenças a serem completadas. Essa seção testa a capacidade de compreensão de textos de nível superior escritos em inglês, com questões que pedem para completar sentenças com a palavra (ou palavras) apropriada ou responder perguntas que demonstrem a compreensão de trechos de leitura curtos e longos.

  • Escrita: uma seção de 10 minutos e 2 de 25 minutos, com 25 questões para melhorar sentenças, 18 para identificar erros nas sentenças, 6 para improvisar parágrafos e, finalmente, uma redação. Essa seção abrange questões de múltipla escolha para avaliar o uso do inglês escrito padrão, além de também demandar a produção de uma breve dissertação.

Já o subject test tem duração de uma hora e contempla questões de múltipla escolha com temas como: inglês e literatura, história dos Estados Unidos e mundial, Matemática, ciências (Física, Química e Biologia) e idiomas, que pode ser alemão, espanhol, francês, chinês, coreano, hebraico, italiano, latim ou japonês. É nessa etapa que o estudante tem a possibilidade de comprovar seu preparo e suas habilidades em áreas mais específicas.

Como é calculada a pontuação?

Cada seção da prova tem uma pontuação que varia de 200 a 800 pontos, de forma que o resultado final pode totalizar entre 600 e 2.400 pontos. E por mais que as questões sejam distribuídas entre os níveis fácil, médio e difícil, todas possuem o mesmo peso de pontos independentemente da dificuldade. Só vale ressaltar que, a cada 4 questões erradas, uma questão correta é anulada. Assim, chutar definitivamente não é uma boa ideia. Já estar bem preparado faz toda diferença!

Outra questão importante é que quanto mais bem conceituada for a instituição, maior será a competitividade de seus candidatos e, consequentemente, maiores serão as notas do SAT. E ainda cabe aqui mais uma observação: diferentemente do Brasil, no SAT não existe passar ou não passar. No caso de tirar uma nota baixa, o resultado poderá atrapalhar a candidatura do estudante para a universidade pretendida, mas não eliminá-lo.

Como se preparar para obter um bom resultado?

Antes de qualquer coisa, o candidato precisa ter domínio da língua inglesa, já que terá pouco tempo para resolver as questões, fazer a redação e interpretar textos no idioma. Em relação ao conteúdo, a internet certamente será uma grande aliada. Afinal, com uma simples busca já é possível encontrar sites e vídeos com dicas e simulados específicos para o exame. O site do College Board também disponibiliza o SAT question of the day, enviando diariamente uma questão do SAT para os e-mails cadastrados. Depois, no site, revelam qual é a resposta correta, acompanhada de uma explicação. Além disso, você ainda pode adquirir livros em livrarias especializadas e até mesmo em formato digital para seu filho se preparar. Mais prático, impossível!

Quando e onde é feito o SAT?

A prova é realizada no último sábado do mês de janeiro e no primeiro sábado dos meses de maio, junho, outubro, novembro e dezembro. E o melhor é que nem pais nem filhos precisam se preocupar em ir aos Estados Unidos apenas para fazer o teste, viu? No Brasil, ele é aplicado on-line, em um dos 14 centros autorizados pelo consulado americano.

E sobre a inscrição e o valor?

A inscrição deve ser feita pelo site do College Board, sendo que as taxas do exame custam 51 dólares para o reasoning test e 24,50 dólares para o subject test. E também há uma taxa adicional regional não reembolsável de 31 dólares no caso do Brasil. E se quiser ter acesso aos resultados do SAT, bem como a vários serviços oferecidos pelo College Board, também precisará pagar taxas específicas, ok?

Agora que você já sabe mais sobre essa possibilidade, comente aqui e nos conte: acha que seu filho está pronto? Divida suas impressões conosco e participe da conversa!