O que é e o que deve conter um Projeto Político Pedagógico?

O que é e o que deve conter um Projeto Político Pedagógico?

Para alcançar seus objetivos e suas metas, a instituição de ensino deve criar um planejamento que reúna as ações a serem executadas durante determinado período. Esse é o famoso Projeto Político Pedagógico (PPP), a verdadeira identidade de uma escola.

Mas para esse planejamento realmente engrenar, é preciso contar com a atuação ativa de cada um dos envolvidos no processo. Aí entram gestores, professores, alunos, funcionários, pais e demais responsáveis.

Como o próprio nome indica, o PPP é um projeto porque reúne propostas de ações concretas e serem executadas. É político porque considera a escola como um espaço para a formação de cidadãos responsáveis, conscientes e críticos que formam a sociedade e atuam nos rumos que ela vai seguir.

É por último, é pedagógico pois define os projetos educativos que configurarão essas ações no processo de ensino e aprendizagem.

Se neste momento você está se perguntando como funciona o PPP e como saber exatamente que projeto um centro educacional adota, definitivamente está lendo o artigo certo!

Continue acompanhando o que preparamos e entenda um pouco mais sobre esse projeto que é tão importante  para a formação do aluno e o desenvolvimento da instituição.

Existe um plano pedagógico escolar padrão?

Saiba, desde já, que o PPP não será o mesmo para todas as escolas. Na prática, sua estrutura até poderá seguir um modelo mais geral, mas os Projetos em si serão quase sempre específicos. Comprar modelos prontos ou encomendar um PPP a consultores externos é um dos erros mais comuns.

Isso porque, para criar e implementar o PPP, deve-se considerar diversas características que, muitas vezes, variam de instituição para instituição e de comunidade para comunidade. Isto é, cada PPP é único e sua elaboração deve ser parte de um processo em conjunto com toda a comunidade escolar.

Além de criar um documento que atenda às necessidades específicas dessa comunidade, tudo isso cria a ideia de pertencimento entre a comunidade.

Com que frequência as escolas reformulam seu plano?

O PPP pode ser alterado anualmente, de dois em dois anos ou em intervalos personalizados, sejam eles mais longos ou mais curtos. Tudo dependerá da necessidade avaliada pelos responsáveis pela criação do projeto.

No entanto, revisitar o arquivo apenas para enviá-lo à Secretaria de Educação sem analisar profundamente as mudanças ocorridas na escola e as novas necessidades dos alunos pode prejudicar a eficácia do PPP.

Como um guia para as decisões escolares que devem ser efetuadas, o PPP deve ser flexível e modificado ao longo dos anos e das mudanças pelas quais a escola e os alunos passam. Isto é, deve ser consultado e modificado constantemente, para evitar que ele se torne um documento obsoleto e inutilizado.

Logo, nem sempre ele será completamente reformulado, porém, o PPP deve ser aberto a modificações necessárias e constantes. Trabalhar com a implementação e o acompanhamento das etapas do PPP de forma contínua e conjunta é importante para que se consiga reavaliar as ações, caso não estejam funcionando como o esperado.

Dessa forma, pode-se intervir pontualmente a fim de minimizar surpresas negativas com relação aos resultados finais.

Uma maneira inteligente de acompanhar o projeto de forma mais consistente é realizando reuniões periódicas entre gestores e professores, a fim de trocar informações e identificar desvios e imprevistos que venham a ocorrer no processo. O PPP é de todos e deve ser sempre acessível à toda a comunidade!

Qual a estrutura do plano pedagógico?

O PPP tende a seguir um delineamento básico a partir de quatro principais etapas: identificação das finalidades, levantamento de dados específicos, implementação da proposta e acompanhamento das ações.

Quando o PPP une as três dimensões —  um projeto que é político e pedagógico — ele se torna um guia, que indica a direção correta do ensino para gestores, professores, alunos, famílias e funcionários envolvidos.

Por isso, ele deve ser estruturado de forma correta e bem completo para evitar dúvidas no percurso de sua execução. Contudo, ele deve ser flexível o suficiente para se adaptar às necessidades de cada comunidade e ritmos de aprendizagem dos alunos. Segundo especialistas, a elaboração do PPP deve contemplar:

  • missão;
  • clientela;
  • levantamento de dados sobre aprendizagem;
  • relacionamento com a família;
  • recursos;
  • diretrizes pedagógicas — que envolvem: concepção metodológica, avaliação e currículo;
  • plano de ação — que é o desdobramento do PPP no Plano Escolar Anual.

Qual a importância do plano pedagógico?

O PPP é extremamente relevante no que se refere ao estabelecimento e ao crescimento da instituição, afinal, é ele que define não só o que deve ser feito, mas como deve ser feito. É principalmente dessa forma que a instituição de ensino pode atingir seus objetivos de maneira eficiente.

Outro ponto importante é que o projeto pedagógico bem pensado e desenvolvido permite que os gestores não se deparem, repentinamente, com dificuldades e questões que, além de serem difíceis de manejar a curto prazo e demandarem maiores investimentos e recursos, podem contribuir para o colapso geral da instituição.

O PPP detém muitas informações relevantes, configurando-se numa ferramenta de avaliação e planejamento para todos os gestores e membros da equipe pedagógica de uma escola. Por isso, ele deve ser consultado a cada tomada de decisão. Essa importância também exige que ele não esteja desatualizado ou inacabado.

Caso o PPP esteja engavetado e deixado de lado na hora de tomar decisões importantes, é hora de mobilizar esforços para resgatá-lo. Ele é um documento vivo, que serve de parâmetro e referência para discutir e definir ações de curto, médio e longo prazo nas escolas.

É importante estipular as necessidades prioritárias, definindo quais são as mudanças mais urgentes, aquelas que, devido à sua importância e à sua gravidade, podem impactar fortemente os resultados gerados.

Da mesma forma, ao definir o que será inicialmente executado, deve-se também levantar os objetivos (tanto gerais como específicos) relacionados a essas práticas e, consequentemente, traçar e retomar os planos de ação específicos para cada objetivo.

Também é importante definir que gastos, materiais e mão de obra serão necessários para a implementação das ações e consequente alcance dos objetivos.

Mesmo com o desafio de compartilhar as responsabilidades e envolver toda a comunidade nesse trabalho, o esforço é compensador! Com um PPP bem estruturado, a escola ganha parceiros, colaboradores, uma identidade e todos podem tomar decisões com clareza e segurança em prol da aprendizagem.

Onde se informar sobre o plano pedagógico da escola?

O Projeto Político Pedagógico não só pode como deve ser compartilhado com pais e responsáveis, uma vez que eles também contribuem para o sucesso dos resultados. Assim, se você tiver interesse, pode se informar sobre o PPP da escola de seus filhos por meio de contato direto com a coordenação, ok?

E então, ficou ainda com alguma dúvida sobre o Projeto Político Pedagógico, sua importância e suas etapas? Compartilhe seus questionamentos conosco!

Comentários

comentários