Entenda a importância da escola na primeira infância da criança

Entenda a importância da escola na primeira infância da criança

Uma dúvida comum entre muitos pais é sobre a hora ideal para enviar a criança para a escola. Será que existe uma razão de verdade para colocar seus filhos em uma sala de aula antes do 1º ano? Será que é importante dar a eles a oportunidade de estar na escola na primeira infância?

A resposta para esse questionamento é sim, e claro, não vamos parar aí. É necessário que você, como pai ou mãe, entenda porque a escola desempenha um papel importante nessa etapa da vida. Então, vamos ao assunto deste post! Continue a leitura e tire suas dúvidas!

Qual a importância da escola na primeira infância?

Explicando de maneira rápida, essa etapa pode ser definida como o período que vai desde a gestação até, aproximadamente, os seis anos.

Muitas pessoas acreditam que a criança é incapaz de entender o que acontece durante esses anos, ou que ela não vai se lembrar dos eventos da primeira infância quando se tornar mais velha. Porém, os especialistas defendem que as experiências dessa fase exercem muita influência sobre o desenvolvimento do indivíduo.

Quanto melhores forem as condições para o desenvolvimento do seu filho durante a primeira infância, maiores serão as chances dele alcançar seu pleno potencial ao longo da vida. Nesse momento a escola se apresenta como um diferencial, que vai ajudar a oferecer essas condições de desenvolvimento.

Convido você a expandir o seu conhecimento a partir alguns exemplos de como isso acontece, na prática!

Socialização

Habilidades sociais são essenciais na sociedade contemporânea.

Pessoas que tem oportunidades de desenvolver as suas habilidades sociais em ambientes de interação e troca de conhecimentos, apresentam facilidades em comunicar, trabalhar em equipe e enfrentar os obstáculos com leveza e segurança. Portanto, aquele pai que quer que seus filhos desenvolvam essas habilidades, precisam saber que é na primeira infância o momento ideal para isso.

Ao frequentar a escola na primeira infância, a criança  vai aprender habilidades comunicativas, conhecer pessoas, dividir os seus  brinquedos , pedir o apoio do professor quando necessário. Essas situações por mais simples que possam parecer, despertam traços essenciais de habilidades sociais que vão fazer toda a diferença no futuro.

Tolerância

A diversidade social faz com que convivamos diariamente com pessoas de variados gêneros, credos e etnias. Ser tolerante, sabendo lidar com a diversidade é um pré-requisito para a paz e estimula a construção de sociedades inclusivas. Sem sombra de dúvida é necessário desenvolver essa habilidade desde cedo e alinhar valores para convivência social pacífica.

Acontece que, se o seu filho tem contato apenas com a família ou seu círculo social mais próximo, ele vai encontrar poucas oportunidades de desenvolver a tolerância, porque não encontra diversidade no dia a dia.

Por outro lado, frequentando a escola na primeira infância, ele terá contato com pessoas diferentes, o que vai expandir sua percepção do que é o ser humano, aumentará sua resiliência e aprenderá valores que são fundamentais para relacionar numa sociedade, onde quer que ele esteja.

Resistência à frustração

Em vários momentos e por vários motivos, os pais encontram dificuldades para dizer “não” aos filhos. No entanto, essa satisfação contínua, pode formar jovens e adultos muitas vezes incapazes de lidar com a frustração. Então, quando a vida disser “não”, eles podem se sentir perdidos e emocionalmente desestabilizados.

A escola é o espaço favorável para aprender a enfrentar a frustração e quanto antes isso acontecer, melhor. Nem sempre a criança poderá ter atenção do professor, ser campeão em todas as brincadeiras e ou apresentar o melhor desempenho em todas as atividades. A princípio, isso pode incomodá-la, mas logo ela vai desenvolver independência emocional — por exemplo, aprendendo a transformar o sentimento negativo em motivação para tentar de novo.

Desenvolvimento da linguagem

A linguagem é uma das capacidades mais fundamentais do homem. Ela assume várias formas: escrita, oral, corporal, musical, matemática, científica… Saber utilizá-la bem é uma grande vantagem, que possibilita alcançar um desempenho melhor em inúmeras situações, desde uma prova de vestibular até uma entrevista de emprego.

O problema é que muitas pessoas não são estimuladas ao desenvolvimento da linguagem desde cedo e a situação acaba se tornando uma bola de neve. Quanto mais incentivo e estímulo positivos a criança tiver, melhor será sua compreensão e desenvolvimento.

É verdade que a prender a comunicar por escrito é um dos pilares de quase todos os sistemas de ensino, o que muitas vezes, vence as inúmeras outras linguagens.

Escolher uma escola com uma proposta pedagógica bem fundamenta no eixo linguagem é essencial construção de sua base alfabética, mas principalmente para ser produtora de conhecimento. Uma escola que ajude seu filho ou filha a se tornar fluente nas linguagens seja a sua língua materna, estrangeira, seja música, a programação de softwares, teatro, matemática dentre as infinitas áreas do conhecimento.

Portanto, o favorável espaço pedagógico para o desenvolvimento da linguagem numa perspectiva integral é a escola.

Então, para evitar que seu filho ou filha tenha qualquer defasagem no desenvolvimento da linguagem, é altamente recomendável matricular seu filho na escola na primeira infância.

Comportamento, organização e rotina

Quando uma criança não teve a oportunidade de frequentar a Educação Infantil e foi matriculada no primeiro ano do Ensino Fundamental, ela pode apresentar dificuldades de adaptação, principalmente em relação:

  • ao comportamento dentro da sala de aula;
  • à organização pessoal;
  • ao cumprimento da rotina.

Realmente, na maioria dos casos, ocorre um grande choque entre a liberdade que tinha em casa e as regras que existem dentro do ambiente escolar. Quando isso acontece, a escola passa a ser associada com algo ruim ou chato, e isso afeta a relação desenvolvida com o estudo e o aprendizado.

Por outro lado, se a criança divide seu tempo, desde cedo, entre a casa e a escola, ocorre uma transição suave para graus de exigência cada vez mais altos.

É um processo no qual a criança é preparada para controlar seus impulsos e adaptar-se ao meio — sem encarar isso de maneira negativa, mas entendendo que é necessário para todos.

Esses são alguns exemplos da importância da escola na primeira infância. Porém, não basta matricular seu filho em qualquer instituição; é necessário assegurar que você está escolhendo uma escola de qualidade e alinhada com os valores da sua família. Para isso, é indispensável saber avaliar a Proposta Pedagógica da instituição.

Quer mais dicas para ajudá-lo a tomar decisões importantes sobre a educação do seu filho? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos por e-mail!