Conheça as áreas de atuação e os diferentes tipos de Engenharia

Conheça as áreas de atuação e os diferentes tipos de Engenharia

 

Quem tem filhos adolescentes acaba enfrentando, juntamente com eles, um momento muito importante da vida profissional: a escolha do curso de graduação. E para que essa decisão tenha maiores chances de sucesso, é indispensável estar bem informado sobre as possibilidades. Nesse sentido (e ao contrário do que muita gente pode pensar), a variedade de alternativas que os jovens têm à disposição é bem grande. Só na área de Engenharia, por exemplo, podemos levantar mais de 30 cursos diferentes!

Seu filho tem habilidade com as ciências exatas? Quem sabe essa não é uma boa pedida? Para ter certeza, acompanhe agora mesmo as informações que separamos no post de hoje! Vamos apresentar aqui alguns tipos de Engenharia, bem como traçar o perfil e as áreas de atuação de quem escolhe esse caminho. Confira!

Perfil e atuação

Para trabalhar com Engenharia, independentemente do tipo, o jovem precisa ter (ou desenvolver) algumas características. Essas habilidades vão facilitar o aprendizado durante a universidade, assim como podem abrir mais portas para que seu filho conquiste boas oportunidades profissionais no futuro. Entre elas, podemos ressaltar as seguintes, que estão bem alinhadas com as exigências da área de atuação da Engenharia:

  • Capacidade de adquirir e aplicar conhecimentos multidisciplinares;
  • Capacidade de aplicar a teoria em situações e experiências práticas;
  • Capacidade de analisar problemas e elaborar soluções de maneira criativa;
  • Capacidade de aprender sozinho;
  • Capacidade de trabalhar em equipe e se comunicar efetivamente.

Essa lista poderia ser bem mais longa, incluindo os conhecimentos necessários para a profissão de engenheiro, como conhecimentos de língua inglesa e informática, bem como elementos relacionados à personalidade do profissional, como liderança e ética.

Os engenheiros atuam principalmente com pesquisa e desenvolvimento, produção e operações, sendo que os segmentos podem ser variados — diversos ramos industriais, agronegócios, empresas de tecnologia e até o setor público. Em seu trabalho, esses profissionais precisam buscar informações de diferentes campos, de Matemática e Física e Química e Biologia. Com essas informações, elaboram modelos, experimentos e protótipos para resolver um problema prático. Seu objetivo pode ser criar algo novo ou melhorar algo que já existe, seja um produto ou um processo.

Vale lembrar que, em seu trabalho, os engenheiros nunca estarão sozinhos. O mais comum é que atuem em equipes, muitas vezes sendo o próprio engenheiro o líder desses times. Viu como é preciso desenvolver habilidades de comunicação e liderança? Acha que seu filho tem esse perfil?

Tipos de Engenharia

Como já mencionamos lá na introdução, são mais de 30 os tipos de Engenharia. Algumas já estão consagradas, enquanto outras são mais recentes e, por isso, ainda não têm muita procura. Vamos ver alguns exemplos de cada uma?

Cursos tradicionais

Entre as engenharias mais tradicionais e conhecidas, temos a Engenharia Civil, a Engenharia Mecânica, a Engenharia Elétrica, a Engenharia Agrícola e a Engenharia de Computação.

Civil

A Engenharia Civil prepara o estudante para trabalhar com a construção de estruturas, como casas, prédios e pontes. Juntamente com o arquiteto, o engenheiro civil é responsável pelo projeto da estrutura. Mas ele também lidera a execução para garantir o cumprimento dos requisitos técnicos e, consequentemente, a qualidade e a segurança da obra.

Mecânica

A Engenharia Mecânica prepara o estudante para trabalhar na automação industrial. Em outras palavras: o engenheiro mecânico trabalha projetando, operando e fazendo a manutenção das máquinas usadas dentro da indústria.

Elétrica

A Engenharia Elétrica prepara o estudante para trabalhar em qualquer situação que envolva geração, transmissão, transporte ou distribuição de energia elétrica. Ele também poderá trabalhar no desenvolvimento de sistemas e circuitos que usem energia elétrica.

Agrícola

A Engenharia Agrícola prepara o estudante para desenvolver, implementar e gerenciar recursos e estratégias que visam a melhoria do desempenho na produção agrícola e, também, na pecuária.

Computação

A Engenharia da Computação prepara o estudante para trabalhar no desenvolvimento de hardwares e softwares. O engenheiro de computação pode construir computadores e periféricos, bem como programar diversos tipos de sistemas, jogos, aplicativos e assim por diante.

Cursos novos

Entre as Engenharias mais inovadoras, temos a Engenharia Biomédica, a Engenharia Física, a Engenharia de Produção, a Engenharia Sanitária e a Engenharia de Telecomunicações.

Biomédica

A Engenharia Biomédica prepara o estudante para projetar aparelhos voltados para o uso em Medicina e Odontologia. São as máquinas usadas na prevenção de doenças, em diagnósticos ou no tratamento dos pacientes. Nesse curso, seu filho vai estudar, além de matérias das ciências exatas, também assuntos ligados às ciências biológicas e à saúde.

Física

A Engenharia Física prepara o estudante para aplicar os conceitos e as teorias da Física para o desenvolvimento prático de novos materiais, equipamentos e máquinas. O foco é, principalmente, no uso industrial. Esse profissional traz para seu trabalho conhecimentos sobre lasers, propriedades óticas, propriedades físicas da matéria e outros conhecimentos próprios da Física enquanto ciência pura.

Produção

A Engenharia de Produção prepara o estudante para trabalhar dentro do ambiente corporativo. O objetivo do engenheiro de produção é encontrar maneiras de melhorar a qualidade e aumentar a produtividade das operações no chão de fábrica. Esse curso agrega um currículo básico de Engenharia (com matérias de Química, Física e Matemática) a vários conhecimentos de Administração (como Recursos Humanos, Finanças e Logística).

Sanitária

A Engenharia Sanitária prepara o estudante para trabalhar especificamente com sistemas de água, esgoto e limpeza urbana. Esse profissional vai desenvolver e aplicar novas maneiras de melhorar o saneamento em diferentes meios, seja na zona urbana ou na rural. Seu papel é muito importante para a manutenção da saúde coletiva. Em geral, o trabalho se dá dentro de órgãos públicos, no planejamento das políticas de saneamento básico.

Telecomunicações

A Engenharia de Telecomunicações prepara o estudante para desenvolver, implementar e fazer a manutenção de redes de telecomunicações. É o caso das redes de telefonia e transmissão de dados móveis, que permitem que você fale ou acesse a internet pelo celular.

Outros cursos

Ainda há alguns tipos de Engenharia que não entraram nas nossas listinhas, mas que merecem destaque. São eles:

  • Engenharia de Alimentos;
  • Engenharia Ambiental;
  • Engenharia Aeronáutica;
  • Engenharia Naval;
  • Engenharia de Controle e Automação;
  • Engenharia de Petróleo e Gás.

Como você pode notar, cada curso direciona a formação do estudante para atender a uma demanda muito específica do mercado. E como novas demandas surgem constantemente, surgem também novos cursos a cada ano. É preciso, assim, estar atento aos movimentos da economia e do mercado de trabalho para escolher um tipo de Engenharia que esteja em alta!

Esses são apenas alguns exemplos dos tipos de Engenharia que existem no Brasil. Mas se nenhuma delas interessar seu filho, não se preocupe! Nós preparamos um outro material que vai ajudá-lo a escolher o curso de graduação ideal. Então aproveite e leia agora nosso post sobre os profissionais do futuro!

 

Comentários

comentários