Como usar as provas anteriores do ENEM para estudar e se preparar para o exame?

Como usar as provas anteriores do ENEM para estudar e se preparar para o exame?

Um dos maiores desafios para quem vai prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é descobrir quais as melhores estratégias a se adotar na hora dos estudos. Especialmente porque a prova não é só extensa, mas bastante complexa, exigindo que o aluno tenha amplos conhecimentos em várias áreas do saber, além de grande capacidade de interpretação textual. E tudo isso demanda bons métodos de estudo.

Já pensou que seu filho pode usar provas anteriores do ENEM para se preparar para o próximo exame? Neste post, você descobrirá de que modo é possível conquistar ótimos resultados estudando a partir do que foi cobrado nas edições passadas da prova. Confira nossas dicas e as repasse para o futuro graduando da família!

Procure padrões no que já foi cobrado

A prova do ENEM é composta por 180 questões relacionadas às mais diversas áreas do conhecimento. Logo, existe uma grande quantidade de assuntos que podem ser cobrados no exame. Entretanto, alguns tópicos são bastante recorrentes, marcando presença em quase todas as suas edições.

Em Matemática e suas tecnologias, por exemplo, constantemente os candidatos se deparam com questões sobre porcentagem, funções, probabilidade e estatística. Já questões sobre matrizes são mais raras. No caso de Linguagens, códigos e suas tecnologias, o foco da prova não costuma ser em regras gramaticais ou ortografia, mas em interpretação de textos e variações linguísticas.

Ao fazer provas anteriores, o candidato tem a chance de comparar o que foi cobrado em uma ou outra edição, conseguindo, com isso, encontrar certos padrões nas questões. Assim fica mais fácil saber sobre quais assuntos vale a pena estudar mais a fundo e quais raramente aparecem no exame. Considerando que cada minuto é precioso na hora de se preparar, essa dica faz com que o tempo de estudo dos jovens seja gasto com sabedoria, preparando-os para encarar questões que têm maior probabilidade de cair na prova.

Tudo bem que buscar informações sobre as matérias mais comuns do exame pode ajudar o aluno a compreender o que é mais relevante, mas não se deixe enganar. Muitos sites possuem informações nada significativas sobre o conteúdo do ENEM. Para evitar esse tipo de situação, providencie as provas antigas para que seu filho faça sua própria avaliação do que é recorrente ou não no exame.

Entenda o estilo da prova

Para estudantes que nunca prestaram vestibular ou concurso público, a prova do ENEM pode se transformar em uma experiência um tanto quanto traumática. Isso porque o exame é extenso e relativamente complexo, de maneira que quem não estiver preparado pode sofrer bastante e ainda ter uma performance inferior à esperada.

Por isso, realizar as provas anteriores do ENEM pode ajudar seu filho a se familiarizar com o ritmo e o estilo do exame, o que é extremamente útil para enfrentar o teste real com mais tranquilidade e disposição. Lembre-o de que a prova acontece em dois dias, é cansativa e exige muito da capacidade de concentração. Por isso, o ideal é simular essas condições antes de fazer o exame. Isso é importante para que ele entenda como pode administrar o tempo e driblar o cansaço.

Reforce o que foi lido

Quando se trata de estudar para qualquer prova (inclusive o ENEM), é de extrema importância que o estudante leia muito. Mas somente a leitura não basta. É necessário que o aluno reforce o que foi lido, fazendo exercícios e resumos ou outra atividade de fixação qualquer. Isso evita que os conhecimentos adquiridos caiam no esquecimento e prejudiquem o aluno na prova.

Quando o estudante resolve as provas anteriores do ENEM, tem a oportunidade de efetivamente praticar aquilo que aprendeu na teoria. Afinal, o treino ajuda muito a memorizar e compreender melhor dados e informações, o que é de extrema importância para a realização do exame.

Teste sua velocidade e habilidade

Quanto mais seu filho praticar, mais rápido e habilidoso se tornará. E isso funciona muito bem para exames como o ENEM, que exigem muita concentração e agilidade dos candidatos. Assim, para evitar perder valiosos minutos nas questões mais difíceis, é necessário muito treinamento. Cada vez que o estudante resolve questões de provas passadas, ele se familiariza com os tipos de enunciado, fazendo com que a busca pela resposta certa se torne mais eficiente.

Ao treinar com provas de edições passadas, seu filho terá a oportunidade de estimar quanto tempo vai levar para responder cada questão, quanto tempo precisa dedicar à conferência de suas respostas e quantos minutos são necessários para o correto preenchimento do gabarito. Tudo isso o ajudará no desenvolvimento de algumas técnicas que serão fundamentais para que dê conta do recado no dia D.

Treine suas estratégias

Por mais que existam muitas maneiras diferentes de fazer uma prova com eficiência, a verdade é que não existe fórmula mágica. Cada candidato tem seus próprios métodos, de forma que somente ele poderá definir o que funciona melhor. Alguns estudantes preferem começar o ENEM pelas questões mais simples, para, assim, ganharem tempo e confiança. Outros preferem começar pelas perguntas mais complicadas, a fim de se livrarem das dificuldades o mais depressa possível, deixando as questões mais leves para o final.

Lembre seu filho, porém, que deixar para construir suas estratégias no próprio dia da prova pode ser arriscado. O ideal é resolver os exames anteriores do começo ao fim, como se fossem a prova oficial, com o objetivo de analisar quais as melhores técnicas para o grande dia, garantindo um bom resultado no ENEM.

Conheça seus pontos fortes e fracos

Utilizar as provas anteriores do ENEM na hora de estudar é uma excelente estratégia para que o candidato conheça seus pontos fortes e fracos. Afinal, ao resolver questões antes da prova oficial, o aluno consegue fazer uma autoavaliação e descobrir quais são as matérias com que tem mais afinidade e que tópicos precisam de mais dedicação na hora dos estudos. Dessa forma, o direcionamento dos estudos se eleva a outro patamar, otimizando o tempo e aumentando as chances de tirar uma nota alta no exame.

Como você pôde ver, as provas anteriores do ENEM são ferramentas poderosas para qualquer estudante que busca um ótimo desempenho no exame. Então é melhor que seu filho comece logo essa maratona, não concorda? Não perca a oportunidade de pesquisá-las e resolvê-las o quanto antes!

E então, gostou das nossas dicas? Tem alguma informação interessante sobre o assunto que gostaria de compartilhar conosco? Deixe seu comentário aqui e participe da conversa!

 

Comentários

comentários