Como potencializar o aprendizado da língua inglesa de forma lúdica e motivadora

Como potencializar o aprendizado da língua inglesa de forma lúdica e motivadora

A era do conhecimento e da informação chegou para ficar e é um fenômeno irreversível. E como não poderia deixar de ser, os reflexos das profundas mudanças sociais trazidas com a hiperconectividade obviamente se refletem na educação e estão afetando intensamente os processos de aprendizagem e ensino. Dentro desse contexto, apesar de ainda ser vista com desconfiança por muitos educadores, a tecnologia pode sim, ser utilizada para potencializar o aprendizado.

Especialmente quando se fala do ensino da língua inglesa em escolas bilíngues, certas ferramentas tecnológicas podem alavancar os níveis de compreensão e aprendizagem do idioma pelos alunos. Por serem interativas e estimularem o aprendizado de maneira distinta do ensino tradicional (lousa + aula expositiva), elas acabam potencializando e complementando de maneira motivadora e lúdica o processo de ensino-aprendizagem do inglês.

Ficou curioso e quer saber mais sobre esse assunto? Então não deixe de continuar a leitura de nosso post de hoje, que traz informações bastante relevantes sobre esse assunto. Confira!

A importância da inserção da tecnologia para potencializar o aprendizado do inglês

Como já citamos anteriormente, o mundo e a sociedade vêm se transformando de maneira extremamente rápida e intensa nos últimos anos, devido à expansão e à difusão da tecnologia no cotidiano da maioria das pessoas. Hoje em dia, crianças que mal aprenderam a caminhar já são capazes de desbloquear um smartphone com a maior naturalidade do mundo, não é mesmo?

Dessa maneira, fica bastante claro que a tecnologia passou a ser um item fundamental e imprescindível para o processo de ensino e aprendizagem. Afinal, distanciar os alunos de sua realidade, insistindo nos métodos de ensino tradicionais, formulados há cinquenta anos atrás, resulta em um tiro no próprio pé.

A inserção de ferramentas interativas, lúdicas e tecnológicas conecta o processo de aprendizagem ao cotidiano do aluno e à realidade atual, estimulando o aprendizado colaborativo e focando na temática da solução de problemas, ambas competências necessárias hoje em dia. Assim, potencializar o aprendizado utilizando esses novos instrumentos disponíveis encoraja os alunos a interagirem entre si e a buscarem o aprendizado de maneira natural.

E quando se fala no ensino da língua inglesa, as opções disponíveis para que tudo isso ocorra estão a cada dia mais diversificadas e acessíveis. Muitas escolas Brasil afora começam a adotá-las, especialmente as que são focadas no ensino bilíngue de seus alunos. A seguir, listamos algumas dessas ferramentas que estão sendo utilizadas por instituições de ensino mundo afora com o objetivo principal de ensinar o inglês de maneira lúdica, motivadora e integrada ao cotidiano e à base curricular das escolas.

Game Minecraft

Criado em 2009 para fins de entretenimento, o Minecraft ganhou sua primeira versão educativa em 2011. O MinecraftEdu, como é chamado em sua variação para escolas, permite a construção de estruturas virtuais, utilizando conceitos matemáticos e lógicos.

Semelhante a um jogo de Lego, os alunos podem criar praticamente qualquer coisa virtualmente, construindo as mais diversas narrativas. E tudo isso em inglês. A grande sacada da utilização dessa ferramenta é a possibilidade incrível de integrar o ensino da língua inglesa a todos os conteúdos do currículo escolar, de matemática à poesia. Com o MinecraftEdu é possível construir uma vila medieval, com todos os elementos do sistema feudalista vigente na época, tornando as aulas de História mais concretas para os alunos, por exemplo.

A utilização dessa ferramenta estimula de maneira significativa a autonomia e a autoconfiança dos alunos, envolvendo-os em um mundo virtual onde é possível criar qualquer coisa. O resultado? Maior interesse por parte dos jovens e crianças, melhorando assim, a retenção do aprendizado de maneira leve e divertida.

Óculos Cardboard

A ideia é tão simples e genial que só poderia ter saído dos escritórios de criação da gigante Google. Feito de papelão (isso mesmo!), o Óculos de realidade virtual batizado de Cardboard também tem sido empregado como ferramenta tecnológica em escolas de todo o mundo.

Para utilizá-lo, basta que o aluno encaixe um smartphone à estrutura de papelão e ative o sistema de realidade virtual já disponibilizado gratuitamente nos vídeos do Youtube e aplicativos especialmente desenhados para essa plataforma. Depois, é só encaixar o rosto no óculos e ter acesso aos mais diversos tipos de conteúdos em realidade virtual.

Todo o material visualizado pelos alunos é selecionado e controlado pelo professor, através de um tablet. Dessa forma, é possível “viajar” sem sair da sala de aula. Atualmente, o aplicativo responsável pela utilização educativa do Cardboard permite viagens para mais de 100 ambientes distintos, incluindo o planeta Marte, a Muralha da China e a Grande Barreira de Corais na Austrália.

A utilização dessa ferramenta, assim como o Minecraft, permite que as aulas se tornem mais lúdicas, divertidas e interessantes, integrando o aprendizado de inglês com as demais disciplinas presentes no currículo escolar. Para escolas bilíngues, não pode haver melhor notícia, certo?

Lego Wedo (robótica)

Fechando a lista das tecnologias “amigas da educação atual” está o Lego Wedo. Desenvolvido pela Lego Education, braço educativo da empresa Lego, o Lego Wedo é totalmente virtual e utiliza elementos de robótica, permitindo a construção de robôs pelos alunos. Para isso, é necessário que as criançam aprendam, concomitantemente ao conteúdo que está sendo trabalhado em sala de aula, elementos básicos de programação, tendo como meio de comunicação o idioma inglês.

Com a utilização do kit é possível ensinar praticamente qualquer coisa. Desde o ciclo de vida de anfíbios, passando pelo funcionamento de estruturas de uma represa e como se dá a construção de pontes, por exemplo. O software ainda conta com uma área para o registro das descobertas feitas pelos alunos durante o processo de aprendizagem, e permite a construção de textos, diagramas e tabelas, trabalhando assim, diversas linguagens e maneiras de expor o conhecimento adquirido.

Como você pôde perceber ao longo desse post, existem excelentes opções e iniciativas sendo continuamente lançadas com o objetivo de aprimorar o aprendizado de alunos a cada dia mais conectados. A grande vantagem de utilizá-las em escolas bilíngues é que, por serem construídas basicamente no idioma inglês, as crianças acabam tendo acesso à uma estrutura multidisciplinar de ensino, inserindo esse idioma em seu dia a dia e em seus processos de aprendizagem de maneira natural e lúdica.

Você gostou desse conteúdo? Então se inscreva em nossa newsletter e receba todo o conteúdo publicado aqui no blog diretamente em sua caixa de entrada!

Facebook Comments

Comentários

comentários