Como avaliar a segurança na escola do seu filho?

Como avaliar a segurança na escola do seu filho?

 

Uma das maiores preocupações dos pais ao escolher o local de estudo dos filhos é a segurança na escola. Uma instituição segura é a garantia de que os alunos estão sendo observados durante o período escolar e que receberão toda a proteção e o suporte necessários.

No entanto, por melhor que o colégio aparente ser, ele pode não oferecer os serviços indispensáveis para manter os estudantes em segurança. Por esse motivo, é muito importante que a família esteja atenta e pesquise bem antes de escolher a escola.

Visando ao bem-estar da criança, o instituto precisa oferecer uma estrutura de excelência e profissionais qualificados para proporcionar a segurança de todos.

Quer saber o que é necessário levar em consideração na hora de avaliar se a escola é realmente segura? Então continue acompanhando este post!

Observe toda a estrutura física da escola

Visitar é o primeiro passo para conhecer a estrutura do espaço. Confira as salas de aula, o pátio, as quadras, os campos e os laboratórios.

Observe a situação das mesas e das cadeiras, se há rampas de acesso para cadeirantes e se as escadas apresentam corrimãos em bom estado de conservação.

No caso de crianças muito pequenas, confira se o local onde são realizadas as trocas de fraldas e onde as mamadeiras são armazenadas são apropriados.

Confira se há equipamentos adequados de segurança na instituição

Como em qualquer lugar, as escolas também são locais vulneráveis a invasões, acidentes, explosões e incêndios. Por isso, é fundamental que elas tenham profissionais treinados e preparados para atuar nesses momentos. Além disso, os responsáveis pela segurança podem oferecer treinamentos para professores e alunos caso algum acidente aconteça.

Com relação aos equipamentos de segurança, é essencial que a escola apresente número suficiente de extintores de incêndio posicionados em locais estratégicos e saídas de emergência.

Além disso, outros dois equipamentos são básicos: alarmes e sensores. Os melhores tipos são definidos considerando a quantidade de alunos, o local e os arredores de onde escola está instalada — além, é claro, do tamanho da instituição de ensino.

Deve existir, também, um sistema de monitoramento eletrônico. As imagens captadas devem ser das principais dependências, como pátio, biblioteca, corredores, estacionamento, áreas esportivas, refeitórios e vias públicas próximas ao colégio.

A situação da criminalidade da região deve ser analisada frequentemente para se pensar em estratégias de prevenção. Para isso, a instituição pode contar com o apoio da polícia, por meio de um canal de comunicação.

É importante também que essa comunicação seja eficiente, para que a escola possa informar rapidamente sobre possíveis ações de criminosos.

Entenda como é o processo de entrada e saída dos alunos

O horário escolar de entrada e saída dos alunos necessita de atenção e cuidados por parte da escola. É preciso ter uma relação próxima entre a instituição e os responsáveis para garantir a segurança dos alunos, a fim de evitar problemas.

Em geral, a entrada é mais tranquila, pois os alunos chegam aos poucos. O problema maior está na saída, já que todos saem ao mesmo tempo. Uma boa solução é separar a saída das crianças mais novas das mais velhas e deixar funcionários nos portões.

Outra solução para garantir uma saída mais segura é autorizar a partida apenas de crianças acompanhadas de um responsável conhecido pelo colégio. Caso esse responsável não possa buscar o aluno, os pais precisam enviar uma autorização com antecedência informando quem será o encarregado de tal ação. Caso não haja esse aviso, a criança não deve ser autorizada a sair da escola.

No caso de alunos mais velhos, que voltam sozinhos para a casa, a escola pode providenciar uma carteirinha que identifique o jovem e autorize a sua saída. Fica a cargo do inspetor ou do porteiro conferir o nome do aluno, o professor responsável e a assinatura dos pais antes de liberar a partida.

Uma solução para evitar problemas e acidentes no trânsito durante o horário de fluxo escolar é orientar todos os motoristas para que não parem em fila dupla ou estacionem em locais proibidos. Também é possível sinalizar e demarcar os espaços próprios para a parada de veículos escolares.

Tire suas dúvidas com os responsáveis pela instituição de ensino

A escola tem a responsabilidade de oferecer segurança aos seus alunos pelo tempo que eles estiverem sob sua supervisão e autoridade. Logo, o estabelecimento de ensino tem a obrigação de zelar pela integridade física das crianças e pelos maus atos praticados por elas ou sofridos por terceiros.

Essa responsabilidade pode se estender para além dos muros da instituição — quando o aluno estiver em alguma atividade organizada pela escola, como no caso de visitas e excursões.

Assim sendo, é importante conversar com os funcionários da escola para conhecer melhor a postura da instituição e tirar todas as suas dúvidas sobre o funcionamento e as condições de segurança oferecidas aos estudantes.

Converse com as outras famílias

Não deixe de conversar com outros pais e responsáveis que já têm filhos estudando há mais tempo no colégio para saber suas opiniões e como eles avaliam a segurança do local.

Além disso, essa aproximação entre os pais permite pensar ações de proteção em conjunto com a escola para melhorar o ambiente escolar.

Participe das reuniões escolares

Participar frequentemente das reuniões escolares é muito interessante para acompanhar os rumos do ensino. Além disso, é um momento no qual os pais têm a possibilidade de apresentar sugestões para melhorar a escola como um todo, criando um ambiente mais colaborativo e participativo.

São nesses encontros que os funcionários da escola têm a chance de conhecer melhor o rosto de cada responsável — isso facilita processos como o de conferir quem foi buscar o estudante na escola.

Lembre-se de que seus filhos passarão boa parte dos dias deles no colégio. Portanto, além de qualidade de ensino, a segurança na escola deve ser item fundamental ao se decidir onde os pequenos estudarão, de forma que pais e alunos sintam-se confortáveis e protegidos.

Gostou de saber um pouco mais sobre a segurança na escola? Então confira este e-book e descubra se a escola integral é a melhor opção para garantir uma educação de qualidade e um futuro de sucesso para o seu filho!