Como administrar o tempo disponível para estudar e se divertir?

Como administrar o tempo disponível para estudar e se divertir?

Enquanto os jovens se ocupam da busca por sua individualidade e por seu lugar no mundo, os pais devem estar preparados para conduzi-los por uma rotina equilibrada entre lazer e estudos — especialmente na época em que se concentram os vestibulares. Para seu filho, administrar a própria rotina parece um pesadelo? Então imagine como administrar o tempo deles e seu próprio de maneira harmônica? Parece impossível, não acha? Mas não é! Para isso, basta conferir nossas dicas simples e práticas sobre como administrar o tempo disponível para que seus filhos possam estudar e se divertir! Curioso? Veja só:

Realce a escola como fonte de aprendizado

Para que os jovens aproveitem melhor as horas dedicadas aos estudos em casa, os pais devem enfatizar que o melhor momento para absorver o conteúdo é durante as aulas. Com a atenção devidamente focada no professor e em suas explicações, fica muito mais fácil compreender as revisões e resolver exercícios em casa. E para os jovens que admitem a dificuldade em se concentrar na sala, aqui vão algumas dicas para reforçar o foco:

Levar uma garrafa de água para as aulas

Ter uma garrafinha de água sempre à mão ajudará seu filho a se manter alerta e em movimento a cada bebericada, o que ajuda também a espantar o sono. Isso sem contar que assim ele não precisa interromper o próprio pensamento (e o da sala toda) quando ficar com sede!

Conhecer o tema de estudo com antecedência

Uma breve leitura sobre o que será discutido na aula seguinte já tende a ser suficiente para os alunos terem uma noção melhor do panorama geral quando o professor começa a explicar. Lembrando que o momento da leitura prévia é uma ótima oportunidade para anotar algumas dúvidas e checar se todas serão sanadas pela exposição do professor.

Fazer muitas perguntas e anotações

Em sala de aula, manter-se em constante atividade ajuda o cérebro a se exercitar. E sabia que perguntas e anotações são práticas que contribuem para que os jovens prestem mais atenção? Com isso, mantêm a concentração nas aulas e, de brinde, ganham excelentes reforços para os estudos em casa!

Faça um cronograma equilibrado

É muito difícil que lazer e estudos coexistam no mesmo ambiente e no mesmo momento. Mas com o reforço das dicas citadas no tópico anterior, as horas de estudo serão muito mais proveitosas, permitindo uma maior flexibilidade para dar o tão merecido descanso aos jovens. Por isso, contar com um cronograma bem definido é fundamental para não haver lazer ou estudo em excesso. Afinal de contas, exageros de quaisquer tipos prejudicam a absorção de conhecimento.

Uma boa dica de como administrar o tempo é dedicar os finais de semana ao repouso absoluto, enquanto as jornadas de estudo de segunda a sexta-feira podem exigir mais da aplicação de seu filho. Guarde que o mais importante disso tudo é conversar sempre com seu filho. Juntos, vocês podem encontrar muito mais facilmente o equilíbrio entre diversão e responsabilidades com os estudos.

Incentive seu filho a sair um pouco mais

Embora essa sugestão pareça ir de encontro ao que acabamos de falar, não são poucos os estudantes que se deixam levar pela pressão de passar em uma boa universidade o quanto antes. E essa preocupação normalmente se reflete em sua vida social. E por mais que os livros sejam uma excelente fonte de aprendizado, há outras por aí. Por isso é que o cronograma anteriormente citado se torna tão fundamental na rotina dos pré-vestibulandos, permitindo que estudem com mais leveza e se divirtam com mais naturalidade, não deixando que uma esfera interfira na outra.

Proporcione mais independência ao jovem

Enquanto os últimos anos do Ensino Médio começam a trabalhar a maturidade dos alunos, os pais podem contribuir de muitas outras formas, indo além da habitual motivação para colocá-los em frente aos livros. Uma delas é dar, lenta e gradativamente, mais independência a eles. Isso gera um senso de responsabilidade natural, além de noções sobre como administrar o tempo, passando a entender a importância de concluir suas próprias obrigações.

No entanto, vale darmos um aviso: da mesma maneira que nem todo jovem compreende, de imediato, o real objetivo desse exercício, os pais devem entender que existe um longo abismo entre independência e indiferença. Por isso, ainda que o acordo seja dar mais espaço e independência, demonstre interesse pelo que seu filho vem fazendo (dentro ou fora da sala de aula). Aproveite para combinar alguns encontros periódicos para discutir o que vem sendo estudado!

Ajude seu filho a lidar melhor com as pressões

Os pais obviamente estão cansados de saber que ser jovem não é nada fácil. Ao mesmo tempo em que a adolescência é um momento de transformações e mudanças, é preciso lidar com pressões de todos os lados — causadas por trabalhos escolares, agitações hormonais, dificuldades de escolher uma profissão, relações sociais e mais dezenas de outros motivos!

Nessa etapa, a compreensão dos pais é essencial para que os filhos estudem com um motivo a menos para tirar sua concentração. Isso envolve a já citada participação na vida e nas decisões dos jovens, bem como uma certa rigidez para ajudá-los a analisar todas as suas opções. Quando menos pressionados os jovens se sentem, melhor passam a equilibrar o tempo disponível para fazer suas tarefas cotidianas sem deixar a diversão de lado.

Combatam juntos o estresse pré-vestibular

Um dos grandes inimigos da aprovação no vestibular é exatamente o estresse, que atrapalha bastante o cotidiano dos jovens. E o desequilíbrio entre lazer e estudos tem participação primordial nesse processo. Afinal de contas, quando os estudantes privilegiam as festas, a proximidade com as provas do vestibular os deixa mais irritadiços e ansiosos, porque precisarão estudar muito e em pouco tempo. É até desnecessário dizer o quanto isso é prejudicial, não é mesmo? E o mesmo vale para os alunos que se cobram excessivamente e fazem da sua rotina um verdadeiro tributo aos estudos. Volta, aqui, a questão da pressão.

Por tudo isso e muito mais é que, mesmo com as nossas dicas de como administrar o tempo entre estudos e lazer, o estresse e a tensão podem aparecer. Aí valem algumas outras táticas, como:

  • Criar uma rotina com ao menos 7 horas de sono diariamente;

  • Equilibrar a alimentação, ingerindo carboidratos, proteínas, vitaminas e gorduras;

  • Praticar exercícios de respiração;

  • Comer uma barra de chocolate meio amargo durante os estudos e as provas.

  • Praticar esportes (como uma caminhada, por exemplo);

Pronto para ajudar seu filho a administrar melhor o tempo, com menos estresse pesando sobre seus ombros? Quer dar outras dicas sobre como administrar o tempo entre estudos e lazer? Compartilhe suas ideias conosco e ajude a complementar este post!

 

Comentários

comentários