Capacitação para o mercado: como os pais podem garantir desde cedo?

Capacitação para o mercado: como os pais podem garantir desde cedo?

Se há um consenso sobre educação é que pais e mães querem sempre o melhor para seus filhos, não é mesmo? A tarefa de educar, penosa e cercada por dúvidas, tem sempre um objetivo positivo: garantir que as crianças e os jovens sob sua responsabilidade tenham condições de se tornar adultos realizados.

Um dos aspectos fundamentais para essa realização é, sem dúvidas, o profissional. Por mais que a carreira dos seus filhos possa parecer um futuro distante, ela depende diretamente do que está sendo plantado hoje. E, no momento, quem decide o que vale o investimento são os pais.

A preocupação é válida, especialmente no momento econômico atual. Com a crise política e financeira instaurada e um futuro incerto na economia, os pais precisam estar atentos sobre como maximizar os recursos para garantir a empregabilidade dos filhos mais para frente.

Mas como auxiliar na capacitação para o mercado desde cedo? Que estratégias e medidas tomadas rendem mais frutos para a futura carreira de crianças e jovens?

É sobre isso que vamos conversar. Aqui, reunimos dicas para uma criação eficiente, que permita que seus filhos escolham o caminho que quiserem e sejam bem-sucedidos. Vamos a elas:

Invista em uma educação bilíngue

Quando se trata de educação, quem nunca pensou: “quero oferecer para os meus filhos tudo aquilo que não pude ter”? Se essa pergunta faz sentido, é porque você sabe que as escolhas educacionais tomadas de forma correta na infância e na adolescência garantem que a capacitação para o mercado seja bem mais expressiva.­­­

A facilidade que você provavelmente não teve e que pode ofertar aos seus filhos se quiser ver voos altos é a educação bilíngue. O domínio do inglês, por exemplo, é essencial para a carreira em qualquer área escolhida. E, como já sabemos, quanto mais cedo for o contato com a língua, mais natural e pleno será o desenvolvimento desse conhecimento.

Você pode oferecer ao seus filhos uma vantagem concreta no mercado de trabalho. Enquanto muitas pessoas infelizmente só têm a oportunidade de estudar inglês, espanhol ou outra língua na vida adulta, seus filhos já estarão bem à frente e mais preparados.

Aposte em cursos que desenvolvam habilidades específicas

Uma educação integral, no sentido de desenvolver as habilidades de seus filhos como um todo, é essencial para que as possibilidades se expandam. Com o auxílio certo, meninos e meninas podem aprimorar, desde muito cedo, aptidões caras ao mercado de trabalho.

Sua filha mostrou interesse em seguir carreira como jornalista ou escritora? Ela se destaca nas redações do colégio e usa a escrita como uma forma constante de se expressar? Um curso de redação mais estruturado pode ser decisivo para ganhar mais confiança agora e deslanchar profissionalmente no futuro.

Seu filho sempre gostou de desenhar e está na cara que seria um excelente artista plástico ou designer? Investir em cursos de desenho para iniciantes, introdução às cores ou oficinas mais livres de criatividade vai potencializar muito o seu talento.

Os cursos artísticos e lúdicos, como dança e teatro, podem ajudar seus filhos a se expressar melhor no futuro, o que o mercado de trabalho valoriza. Já os mais técnicos, como de softwares específicos de computador, fazem com que eles se destaquem pelo domínio do conteúdo.

Uma boa opção para garantir uma formação mais transversal e lúdica minimizando o deslocamento, que pode cansar seus filhos, é apostar nos programas de Escola Ampliada e Período Integral, como os ofertados pelo Grupo SEB.

Ensine os valores imprescindíveis para o mercado (e para a vida)

Não apenas de qualificação formal é feita a boa capacitação para o mercado. Quando responsáveis trabalham com seus filhos valores e atitudes que são imprescindíveis não somente para a carreira profissional, mas para a vida como um todo, as chances de sucesso aumentam exponencialmente.

Ou seja: o legado dos pais não deve se restringir ao investimento nas melhores escolas, cursos de capacitação e intercâmbios. Os princípios que são transmitidos em família, por meio do diálogo e do exemplo, muitas vezes são ainda mais relevantes.

É prática comum, atualmente, que os pais protejam seus filhos dos desafios e frustrações a qualquer custo. Mas como crianças e jovens que não sabem lidar com obstáculos, quedas e recomeços serão profissionais resilientes?

Quando a falta de disciplina e respeito para com os outros é tolerada dentro de casa, como os filhos se tornarão adultos éticos na vida e no trabalho, não acreditando que vale tudo para atingir objetivos, até mesmo passar por cima de outras pessoas?

Pesquise bem em qual colégio vai matricular seus filhos

A educação ao longo de toda a vida precisa ser pautada na qualidade das instituições e dos profissionais envolvidos no processo de aprendizagem. Mas esse aspecto ganha novos contornos no momento do ensino médio, porque o conhecimento adquirido nessa fase impacta diretamente na decisão de carreira dos seus filhos.

Por isso, pesquise bem antes de decidir em qual colégio matricular o jovem talento que você tem em casa. Quais são os valores da instituição e o projeto pedagógico? Qual a qualificação dos profissionais que vão dividir o conhecimento com os alunos? Que cursos extracurriculares ela oferece que a difere das demais?

Essa escolha deve ser bem pensada, mas também processada em conjunto. Converse com seus filhos para que essa pesquisa seja feita em parceria. Afinal, a proatividade é uma das habilidades mais celebradas pelo mercado de trabalho.

Incentive, mas deixe que trabalhem a autonomia

Sabemos o quanto é tentador tomar decisões no lugar dos filhos com o argumento de que os mais velhos conhecem o mundo e a vida há muito mais tempo. Mas uma das melhores maneiras de garantir a capacitação para o mercado desde cedo é criar jovens que ouçam os pais, mas tenham autonomia.

Encorajar crianças e adolescentes a correrem atrás daquilo que querem e pensarem por si mesmos é estimular o pensamento crítico e a autoconfiança. Essas características certamente constituem um profissional muito mais interessante para o mercado, uma vez que a criatividade e a produtividade chegam como consequências.

Pode até não parecer, especialmente na época da adolescência, mas os jovens sabem escutar e, muitas vezes, esperam conselhos. Mais do que ouvirr, procuram nos seus responsáveis os exemplos. É por isso que suas escolhas profissionais muitas vezes acompanham a dos pais.

É comum que filhos de pessoas que se consideram bem-sucedidas (não apenas financeiramente, mas também no sentido de satisfação profissional) sigam os passos do pai ou da mãe. Da mesma forma, os problemas e frustrações dos mais velhos podem fazer com que um filho rejeite a mesma carreira.

Por isso, converse sempre com seus filhos sobre as escolhas que eles deverão tomar, salientando que a decisão do caminho a ser seguido não é sua, e sim deles. Com qualificação formal, autonomia e incentivo dos pais, sua carreira profissional tem tudo para ser brilhante!

E então, já pensou em quais estratégias adotar para garantir a capacitação para o mercado de seus filhos desde cedo? Esperamos que nosso material tenha ajudado!

Para ter acesso a mais conteúdos como esse e seguir com nossas conversas, assine a newsletter e receba tudo diretamente no seu e-mail!

Comentários

comentários