Ajude seu filho a controlar o estresse antes do vestibular

Ajude seu filho a controlar o estresse antes do vestibular

O vestibular pode ser um processo extremamente estressante tanto para os próprios alunos como para seus pais. Afinal, é muita pressão para que os estudantes encarem bem a bateria de estudos e a maratona de provas que estão por vir, tudo com o objetivo de conquistar a tão sonhada aprovação. Sem contar que ainda surge aquele medo da memória falhar e do nervosismo bater na hora dos exames! Como lidar com todos esses fatores? Confira as melhores formas de ajudar seu filho a controlar o estresse antes do vestibular!

1. Incentive a prática de esportes

Pode acreditar: praticar esportes é uma das melhores formas de combater o estresse entre adolescentes antes do vestibular. Dar um tempo na pesada carga de disciplinas e sessões de estudo preparatório pode ajudar seu filho a se desligar um pouco de todo esse cenário, simplesmente relaxando e cuidando da saúde — física e mental. Alguma dúvida de que isso é mais que importante para a aprovação?

Por essas e outras, os pais não só podem como devem incentivar essa prática cotidiana, independentemente do esporte de preferência do filho. Alguns preferem caminhadas mais tranquilas, enquanto outros apostam na musculação e tantos outros preferem esportes coletivos, como o futebol. O importante é que o jovem não fique parado, dedicando-se única e exclusivamente aos estudos. Assim, ele terá mais ânimo e saúde para retornar aos livros quando for a hora.

2. Aposte na organização

Uma das principais razões pelas quais os alunos se estressam na véspera das provas é sua falta de organização nos estudos. E, na verdade, essa confusão até faz um pouco de sentido. São inúmeras aulas a assistir, longas matérias para estudar, exercícios a fazer, atualidades a acompanhar, simulados, diferentes livros para ler até o vestibular, entre diversas outras tarefas. De fato, esse contexto pode se transformar em uma fonte de ansiedade e estresse para muitos estudantes.

Aí é que entram os pais, colaborando para a organização dos filhos. Vale a pena sugerir que montem um quadro de horários com cada atividade e obrigação da semana, por exemplo. Criar um plano de estudos ajuda o estudante a verificar o que já foi visto, o que ainda está pendente e o que precisa ser revisto até a prova. Então mãos à obra! Como os jovens normalmente não possuem experiência organizacional em relação a suas próprias atividades, uma ajudinha certamente cairá bem.

3. Evite acrescentar pressão ao processo

Tudo bem que os pais se preocupem com o futuro dos filhos e realmente desejem o melhor para eles, mas é preciso ter cuidado. Afinal, toda essa preocupação pode, muitas vezes, se transformar na principal fonte de estresse para os estudantes. Seja por meio de conversas excessivas sobre os estudos ou sobre as possíveis escolhas de curso e profissão, muitos pais acabam acrescentando bastante pressão à rotina dos filhos.

Por essa razão, é essencial praticar a empatia pelos filhos nesse momento. Já parou para pensar que, atualmente, os jovens são obrigados a lidar com muito mais responsabilidades, cobranças e estímulos que no passado? Então reflita: acrescentar mais dúvidas e questionamentos nas vésperas do vestibular tem tudo para complicar o processo, adicionando estresse. Que tal oferecer apoio em vez de julgamento?

4. Inclua momentos de lazer à rotina

Seu filho está imerso em uma rotina de muitas sessões de estudo, revisões, simulados e aulas presenciais? Nesse contexto, parece impossível encontrar algum tempo para se divertir, sair com os amigos, passar tempo com a família e o mais importante: simplesmente descansar. O que acontece, porém, é que esse tempo livre também é extremamente importante para o rendimento no vestibular!

Um cérebro descansado, com horas suficientes de sono e tempo de lazer, tem muito mais chances de realmente fixar os conteúdos estudados, recorrer adequadamente a esses conhecimentos na hora da prova e até mesmo evitar estresses desnecessários. Por tudo isso, é absolutamente essencial reservar um tempo para o descanso e a diversão. Sem prejudicar os estudos, portanto, ajude seu filho a equilibrar dever e lazer!

5. Garanta um preparo tranquilo

Muito do estresse relacionado ao vestibular consiste, na verdade, em nervosismo devido à falta de preparo para a prova. Diversos alunos começam a apresentar sintomas de ansiedade, raiva e frustração justamente nos dias que antecedem os exames. E por mais que seja fácil qualificar esse quadro como nervosismo, a verdade é que tais indícios costumam representar a própria dificuldade do aluno em lidar com seu despreparo.

Mas o que os pais podem fazer em relação a isso? Verificar se seu filho está estudando com a devida antecedência ao vestibular é o primeiro passo. É preciso sensibilizar o estudante acerca da enorme quantidade de matéria a estudar e da tranquilidade decorrente de um preparo feito com calma. Além disso, orientação vocacional e acompanhamento psicológico também tendem a ser bastante efetivos (em médio e longo prazos) para minimizar esse estresse.

6. Teste o poder da meditação

Grande parte do estresse que um pré-vestibulando sente ao passar por processos de seleção universitária pode ser minimizado por meio de práticas diárias simples, como a meditação. Meditar é uma forma de tranquilizar a mente, organizar os pensamentos, acalmar os anseios e, no caso, garantir o melhor rendimento possível em provas. É isso mesmo! Seus filhos têm muito a ganhar. Mas como praticar?

Além de vídeos no YouTube que ensinam a meditação e exercícios de respiração, você pode estimular seu filho a incorporar em sua rotina algumas práticas básicas. Todas as manhãs, antes de começar o dia, é recomendado que se dedique 10 minutos para, em uma posição confortável, fechar os olhos e tentar alongar ao máximo os movimentos respiratórios. O objetivo é livrar a mente de pensamentos, preocupações e ansiedades, ajudando a manter o foco nos estudos, aumentar a concentração e reduzir o estresse diário do estudante.

7. Aconselhe seu filho a fazer simulados

Já falamos aqui sobre como resolver questões de vestibular pode ser um bom método de estudo, desde que usado da forma certa. A prática regular de simulados faz com seu filho se acostume com o estilo das questões das provas, o que já tira um pouco da ansiedade de não ter nem ideia do que virá pela frente. Mais uma vez, o preparo vem para ajudar.

Além disso, essa é uma ótima forma de avaliar o próprio desempenho, já que erros recorrentes em determinados assuntos significam que é preciso aprofundar e reforçar os estudos ali. A maioria das escolas já conta com a realização de simulados em sua grade de horários, mas também é possível encontrar soluções adicionais, como cursos pré-vestibulares preparatórios. Vale a pena investir tempo e recurso nessa estratégia!

E você, o que tem feito para ajudar seu filho a controlar o estresse antes do vestibular? Aproveite para conferir também 8 dicas para ajudar seu filho nessa reta final!

 

Comentários

comentários