5 dicas para equilibrar o pré-vestibular com a sua escola

5 dicas para equilibrar o pré-vestibular com a sua escola

Conciliar o ensino médio com os estudos do pré-vestibular é um desafio e tanto. Afinal, é pouco tempo para conseguir aprender com qualidade as matérias da escola, trabalhar o conteúdo específico para a entrada no ensino superior e dar conta de cuidar da sua saúde mental e emocional pra conquistar seus objetivos.

Falando assim, parece assustador. Mas relaxe: esse período não precisa ser nenhum pesadelo. O segredo está no equilíbrio e no planejamento, seus maiores aliados para dar conta de fazer tudo sem surtar. Administrar e otimizar seu tempo e suas prioridades é a melhor estratégia.

Ok, mas como fazer isso? Aqui, reunimos 5 dicas práticas para ajudar você a equilibrar o pré-vestibular com a sua escola e ter sucesso na missão. Vamos a elas!

1. Faça um cronograma

O primeiro passo para conseguir conciliar ensino médio e pré-vestibular é se planejar. E, para isso, você precisa fazer um levantamento de todo conteúdo que deve ser estudado para espaçá-lo no tempo disponível.

É isso mesmo: pegue papel e caneta, ou abra uma planilha no computador, se preferir, para anotar todas as matérias que você precisa aprender. Em seguida, crie um código para definir “pesos” para elas, já que algumas são naturalmente mais difíceis que outras, mais cobradas no exame ou mesmo mais complicadas para você.

Você pode, por exemplo, estipular que os conteúdos em vermelho demandam mais esforço (e, consequentemente, tempo) da sua parte, enquanto os verdes são bem mais tranquilos. Com essa organização visual, você vai conseguir fazer um cronograma de estudos com mais segurança, dividindo as matérias pelo período (seis meses, três meses) e dedicando mais tempo àquelas que são mais “pesadas”.

É possível definir, nessa fase, se você vai estudar cinco dias úteis por semana e deixar que sábado e domingo fiquem livres, ou se prefere concentrar uma parte do trabalho no final de semana para a rotina não ficar tão puxada de segunda à sexta. Mas lembre-se: quanto mais horas você estudar de uma vez, mais cansativa a tarefa será e menos produtivo pode ser o resultado.

Esse planejamento deve ficar sempre à vista para que você tenha noção do todo e consiga fazer ajustes inteligentes caso necessário. Ele também vai ser a base para você criar um sistema diário de estudos, a dica a seguir.

2. Crie uma rotina diária de estudos

Ok, você já sabe o que tem pra estudar, em quanto tempo e como vai dividir os conteúdos (um mês somente para os conteúdos da disciplina A, o mês seguinte dedicado à matéria B, por exemplo). Agora, falta organizar o seu dia para que consiga cumprir seu cronograma.

Em qual parte do dia você costuma “render” mais? Algumas pessoas funcionam bem de manhã, enquanto outras são bem mais produtivas em períodos noturnos. Você deve considerar seu comportamento, mas também a rotina do próprio ensino médio e os períodos de mais tranquilidade e silêncio da casa.

Se você vai à aula pela manhã, pode deixar para estudar as matérias do pré-vestibular à tarde (duas horas ao dia) e revisar os conteúdos da escola à noite (uma hora por dia), por exemplo. Esse intervalo vai fazer com que você não se canse tanto, e dividindo bem, você consegue dormir cedo para não comprometer seu rendimento.

Mais importante que criar essa rotina, porém, é segui-la. Por isso, também deixe à vista seu planejamento diário de estudos e afaste as distrações. Também garanta que você está estudando em um ambiente favorável, com boa iluminação, o mínimo possível de ruído (pode até recorrer ao protetor auricular, se necessário) e postura correta.

Ler na cama pode até ser tentador, mas o desconforto físico fará você aguentar menos tempo de estudo. Deixe também a garrafinha de água por perto para não precisar se levantar a todo momento e cair na armadilha da distração.

3. Estipule metas reais

É preciso ter em mente que se você estipular metas de estudo incompatíveis com a realidade, só vai se frustrar. Portanto, os objetivos do mês, da semana e do dia devem levar em conta seu tempo disponível, a pausa saudável para processar o conteúdo, o quanto ele necessita de revisão ou de exercícios de fixação.

Toda vez que você conseguir dar um “ok” no compromisso estabelecido mais motivação terá para continuar a jornada de estudos. Assim, nada de querer ler um livro inteiro em dois dias. Mesmo que você consiga, a qualidade do aproveitamento vai estar comprometida.

Uma boa estratégia é criar mecanismos de compensação quando atingir suas metas. Se conseguiu estudar todo o conteúdo programado para a semana, que tal um tempinho para assistir sua série favorita?

4. Sistematize o controle do tempo

Para conseguir cumprir suas metas, você precisa lançar mão de algumas estratégias de controle do seu tempo. A procrastinação é sua pior inimiga, porque ela só faz o conteúdo ficar acumulado e a ansiedade tomar conta. Por isso, cumpra sua rotina diária de estudos controlando os ponteiros.

Uma boa forma de fazer isso é recorrer ao método Pomodoro. Nele, você organiza seu tempo de trabalho a partir de blocos de 25 minutos, sendo cada bloco um Pomodoro. Ao final de cada período, é permitida uma pausa breve, de 3 a 5 minutos, para esticar o corpo, respirar um pouco. Ao final de quatro Pomodoros, você pode fazer uma pausa maior (veja se 20 minutos funciona melhor com você, ou se 30 são necessários).

Para ajudar, programe alarmes no seu celular. Você também pode recorrer a aplicativos de controle do tempo que fazem isso por você, provando que a tecnologia não é necessariamente ruim na hora de estudar.

5. Lembre-se de que descansar é preciso

Você está seguindo com afinco seu cronograma e a rotina diária de estudos, certo? Mas está sempre com a sensação de cansaço? Você pode estar errando ao desconsiderar uma coisa: descansar é tão importante quanto estudar. Dedicar tempo ao que você gosta é essencial para atingir o equilíbrio e produzir mais.

Estudou de segunda à sexta? Sábados e domingos podem ser dias para ir ao cinema, encontrar os amigos, fazer uma breve viagem. Optou por concentrar os estudos no final de semana? Permita-se descansar durante os dias úteis, ver pessoas, desfrutar de alguns períodos ao lazer. Afinal, o ensino médio também significa diversão, e geralmente é a última chance para que você consiga estar mais perto dos amigos e amigas diariamente.

Quanto mais cedo você começar seu planejamento e estudos, mais tempo dilatado terá para estudar e menor será o desgaste, pois você terá mais pausas para descanso sem culpa. Por isso, não fuja do desafio: mãos à obra o quanto antes!

E então, gostou das nossas dicas? Tem outras sugestões infalíveis para equilibrar o ensino médio com os estudos do pré-vestibular? Compartilhe com a gente nos comentários! 

Comentários

comentários