5 dicas de literatura para incentivar a criança a construir o hábito da leitura

5 dicas de literatura para incentivar a criança a construir o hábito da leitura

 

Se você tem filhos, uma de suas maiores preocupações certamente está no desenvolvimento dos pequenos para o futuro. E essa preocupação começa bem cedo. E mesmo que a criança ainda esteja em fase de alfabetização, você provavelmente já está pensando em maneiras de ajudá-la a conseguir as melhores oportunidades de estudo e carreira. Pois existe uma coisa que você pode fazer por seu filho ainda na infância: ajudá-lo a desenvolver o hábito da leitura.

Pode acreditar: esse hábito o ajudará de muitas formas, já que a leitura é uma habilidade cognitiva essencial para várias outras atividades. Mas como é possível despertar nas crianças o interesse pela literatura? Já adiantamos que o verdadeiro segredo está no tipo de livro que você oferece. Neste post, trazemos 5 dicas que vão ajudar seu filho construir o hábito da leitura. Confira!

1. Obras de Monteiro Lobato

Talvez Monteiro Lobato seja o autor de literatura infantojuvenil mais conhecido no Brasil. Afinal, seus principais livros e personagens já foram transformados em programas de televisão inúmeras vezes. Estamos falando, é claro, do mundo do Sítio do Picapau Amarelo!

Monteiro Lobato escreveu uma série de livros sobre as aventuras que acontecem nesse sítio. Os personagens principais são Narizinho, a menina do nariz arrebitado, seu primo, o corajoso Pedrinho, e sua boneca de pano que ganhou vida, Emília. No sítio, as crianças moram com a avó, Dona Benta, e a empregada, Tia Nastácia. Eles vivem diversas aventuras com muitos elementos de fantasia.

Essas histórias trazem importantes lições de amizade e respeito, além de abordarem assuntos que as crianças estudam na escola. É o caso dos livros Emília no País da Gramática e Aritmética da Emília, que, aliás, podem ser usados até em trabalhos escolares.

As obras de Monteiro Lobato sobre a turma do sítio são, na verdade, um conjunto de 23 títulos. O ideal é incentivar seu filho a começar por Reinações de Narizinho, que apresenta os personagens pela primeira vez e explica como Emília ganhou a habilidade de falar. Depois, como já estará encantado, seguirá com os demais volumes.

2. Obras de Ziraldo

O autor Ziraldo é muito versátil: escreveu livros, mas também criou histórias em quadrinhos. Por isso, suas obras são excelentes para apresentar a criança à literatura. Lembre-se de que as histórias em quadrinhos são representantes mais acessíveis do mundo da leitura, caindo como luvas especialmente para quem ainda está em processo de alfabetização.

O personagem mais conhecido de Ziraldo é o Menino Maluquinho, um garoto que usa uma panela na cabeça, tem o olho maior que a barriga, fogo no rabo e vento nos pés. Como não poderia deixar de ser, ele também tem uma turma de amigos, como Juju, sua namorada, e Bocão, seu melhor amigo.

Maluquinho ganhou espaço em livros, revistas e tirinhas de jornal, sem falar nos filmes e programas de TV. Mas, apenas de ser a obra mais emblemática de Ziraldo, não é a única que você pode apresentar a seu filho. O autor tem vários outros livros infantis, merecendo destaque O bichinho da maçã e Flicts.

Flicts, o primeiro livro de Ziraldo, conta a história de uma cor que não se encaixa em nenhum lugar, ensinando lições de respeito e aceitação às diferenças. Enquanto isso, O bichinho da maçã fala sobre um bichinho que espera se tornar uma borboleta um dia, para ensinar às crianças sobre a importância do crescimento.

3. Obras de Ana Maria Machado

Ana Maria Machado escreveu histórias para crianças e também para adultos. Seu livro infantil mais conhecido é Bisa Bia, bisa Bel. Enquanto apresenta a relação da menina Isabel com sua bisavó, a história trabalha laços familiares. O livro recebeu 8 prêmios desde seu lançamento e foi publicado em 6 países diferentes, inclusive França, Espanha e Alemanha.

Outro livro infantil de Ana Maria Machado que seus filhos certamente vão gostar é O mistério da ilha. No título, Carlos, filho do patrão, convence Chico a sair de barco. Os 2 acabam perdidos em uma ilha. Além do suspense da história, que inclui um tesouro escondido, o livro também trabalha questões de amizade e respeito entre crianças de classes sociais diferentes.

4. Obras de Lygia Bojunga Nunes

Lygia Bojunga escreveu inúmeros livros infantis e ganhou diversos prêmios. Quer desenvolver o hábito da leitura em seus filhos com as obras dessa autora? Então comece com A bolsa amarela e Os colegas.

Em A bolsa amarela, a menina Raquel ganha de sua tia uma bolsa com inúmeros bolsos. Lá, ela começa a esconder amigos, objetos e animais que a ajudam em suas aventuras. Raquel também esconde na bolsa​ suas 3 maiores vontades: crescer, ser escritora e ter nascido menino. O livro traz importantes mensagens sobre como as crianças se expressam e lidam com seus sonhos.

Já em Os colegas, os personagens são animais — como os cães Virinha e Latinha, que se reúnem por acaso. Aos poucos, eles desenvolvem uma amizade e unem seus talentos para formar um bloco de carnaval que faz muito sucesso. Todos começam como párias da sociedade, mas terminam ganhando a vida dignamente com seu trabalho: o samba. Mais uma importante lição de superação para os pequenos leitores.

5. Obras de Cecília Meireles

Que tal apresentar um gênero literário diferente a seu filho? Nesse caso, vá de Cecília Meireles, autora muito conhecida por suas poesias. Um bom exemplo é o livro Ou isto ou aquilo, que brinca com os sons da nossa língua, fazendo com que a criança enxergue mais possibilidades de usar o Português como ferramenta para se expressar com criatividade.

Um livro menos conhecido de Cecília Meireles é Olhinhos de gato, uma releitura poética de sua própria infância. Apesar de ser voltado para crianças, não é infantilizado, tratando delicadamente de temas sérios, inclusive da perda de pessoas queridas. Olhinhos de Gato é, portanto, uma valiosa fonte de ensinamentos para a vida real.

Os pais têm papel essencial nessa empreitada: escolher os livros certos para desenvolver desde cedo o hábito da leitura nas crianças. Então não se esqueça: a maneira como você desempenha esse papel pode afetar profundamente o futuro de seus filhos. Quer saber mais? Aproveite para ler também nosso post sobre a importância da leitura para o desenvolvimento da criança!

 

Comentários

comentários