4 atividades simples e efetivas de alfabetização que ajudam pais e crianças

4 atividades simples e efetivas de alfabetização que ajudam pais e crianças

Ver os filhos evoluindo pouco a pouco na construção de seu vocabulário, criando e articulando frases cada vez mais complexas, e ampliando a sua capacidade de se comunicar com o mundo, é algo efetivamente gratificante e motivo de orgulho.

E os pais têm um papel importante no processo de letramento infantil.

Sabia que você pode promover atividades que estimulam a alfabetização do seu filho?

Nesse artigo serão listadas pelo menos quatro atividades que a família pode adotar no processo de alfabetização. Continue a leitura!

1. Crie um ambiente alfabetizador

Um ambiente alfabetizador é aquele que estimula o contato da criança com o material escrito, onde a diversidade de gêneros textuais são utilizadas efetivamente para a comunicação

No livro A Psicogênese da Língua Escrita, o conceito de “ambiente alfabetizador” foi amplamente pesquisado por Emília Ferreiro e Ana Teberosky. Elas chegaram à conclusão que tal ambiente é extremamente saudável para o desenvolvimento da criança e para a consciência da importância da literatura.

Você pode oportunizar contato com materiais escritos que contribuem com o desenvolvimento da leitura e escrita (livros, revistas, jornais, textos digitais, jogos…) e oferecer experiências que desafiem e estimulem seu filho (compras no supermercado, passeio a museus e bibliotecas, mapas…).

2. Estimule seu filho a ler

Um estudo realizado pela Universidade de Nova York, indicou que pode haver um aumento de 14% no vocabulário das crianças cujos pais leem para elas ao menos dois livros por semana. Paralelamente a isso, há um aumento de 27% na memória de trabalho da criança. Essa pesquisa foi realizada em Boa Vista (RR), em colaboração com o Instituto Alfa e Beto e o IDados.

O estudo também indicou que a atividade de ler para os filhos promove uma grande estimulação fonológica, algo essencial para a alfabetização. Também há ganhos na estimulação cognitiva, ou seja, ao ler para seu filho, você não apenas o faz adquirir um vocabulário maior, como efetivamente estimula aspectos centrais no desenvolvimento cognitivo. Além disso, há uma troca de contato, carinho e afeto, que são essenciais para a criança se sentir protegida, acolhida e amada.

Você também pode da leitura uma via de mão dupla: Você lê para o pequeno, e ele lê para (e com) você. Por exemplo, ao ler com seu filho, movimente o dedo dele pela folha do livro, e o estimule a dizer a palavra que vai sendo tocada ou a realizar leitura em voz alta.

Aos poucos ele desenvolverá o hábito de ler e compreenderá a leitura nas dimensões da necessidade, prazer e função social. 

3. Mostre na prática a importância da escrita e da leitura

As crianças tendem a reconhecer e a reproduzir os padrões de comportamento com os quais elas têm contato em casa. Imagine um lar onde os filhos observam os pais constantemente lendo, interagindo com livros, revistas e jornais. É claro que isso passará a fazer parte do repertório cultural da criança, e terá uma enorme tendência a se reproduzir em seu comportamento.

Seja um exemplo de leitor para o seu filho e permita que ele veja você lendo jornais, revistas, livros, ebook e sites.

Permita também, que ele o veja escrevendo diferentes tipos de texto, como e-mails, relatórios, planejando algo pessoal e familiar.

Convide-o a participar da construção de textos escritos para compreender a função social da escrita, como por exemplo, engajar a criança na atividade de compor uma lista, fazer um roteiro de viagem, escrever um cartão para alguém, escrever o nome das pessoas da família e dos colegas de sala…essas atividades apoiam no processo de alfabetização.

4. Use a tecnologia como aliada

Nos dias atuais, a tecnologia é vista, cada vez mais, como uma aliada nos processos de alfabetização. As crianças têm celulares, tablets e computadores.

Para Android iOS, existe uma gama de aplicativos que apoiam vocês na construção da base alfabética disponíveis gratuitamente.

Softwares, jogos, livros com animações podem também apoiar o desenvolvimento da leitura e escrita. Você também pode ajudar seu filho a realizar pesquisas em sites variados pois na internet estão disponíveis os mais diferentes recursos textuais.

Percebeu como pode ser simples e prazeroso envolver seu filho e oportunizar atividades de alfabetização em casa?

Vale ressaltar que a equipe pedagógica da escola é a principal referência de apoio na alfabetização.

Como você pode perceber, são inúmeras as possibilidades de criar atividades de alfabetização em casa, envolvendo seu filho em um ambiente muito criativo.

Compartilhe esse post nas suas redes sociais, para que estas dicas cheguem a mais pessoas e ajudem os pais a encontrarem atividades sadias e altamente positivas para seus filhos!